Final de safra de cana influencia na alta do etanol nas indústrias e combustível sofrerá reajuste na bomba

Flavia Marinho
por
-
18-11-2020 09:36:55
em Usina e Agronegócio
etanol - preço - combustível Etanol – o combustível de cana e milho teve alta na bomba de 0,66%, informa a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP).

Etanol – o combustível de cana e milho teve alta na bomba de 0,66%, informa a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP).

Aumento nos preço de combustíveis do Brasil. Etanol hidratado fica mais caro para o consumidor e para as usinas do biocombustível, devido final da safra da cana-de-açúcar. Além do etanol, preço do diesel nos postos avançou 0,8% na primeira quinzena de novembro em relação ao valor de fechamento de outubro. Procrurando emprego? Estaleiro de construção naval Jurong Aracruz, no ES, inicia vagas de emprego para técnicos e engenheiros com experiência em projetos FPSO

Leia também

O aumento no preço do petróleo que abriu em alta igualmente na última segunda (16), acima de US$ 44,50 o barril (Londres), pode contrabalancear o rejuste nos preços do etanol no Brasil

O combustível de cana e milho teve alta na bomba de 0,66% (R$ 3,071/litro) no mesmo período, pelo levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP). E a gasolina avançou 0,55% (R$ 4,368/l).

De acordo com o Cepea/Esalq, com a gasolina mais cara desde o dia 12 nas refinarias, as usinas e destilarias mais que dobraram a perda da semana de 2 a 6 de novembro, de 0,15%. De 9 a 13, o etanol expandiu 0,39%.

Como o reajuste da gasolina pela Petrobras, foi no dia 12, ainda o repasse não foi totalmente integralizado pelo varejo, e até pelas distribuidoras. No entanto, também deverá haver novos reajustes do etanol na bomba, seguindo o repasse que as distribuidoras deverão dar.

Preço do diesel nos postos do Brasil sobe na 1ª quinzena do mês, diz Ticket Log

O preço médio do diesel nos postos de combustíveis do Brasil avançou 0,8% na primeira quinzena de novembro em relação ao valor de fechamento de outubro, mas se manteve abaixo dos níveis verificados em igual período do ano passado.

Segundo o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o valor médio do litro do diesel nos postos atingiu 3,713 reais nos quinze primeiros dias do mês. Na comparação anual, a queda é de 5,5%.

Na última semana, a Petrobras elevou o preço do diesel em 5% em suas refinarias, no primeiro reajuste de novembro –que após um corte no valor do combustível no mês passado.

!–Ads5–>

O repasse dos reajustes aos consumidores finais nos postos, no entanto, depende de uma série de fatores, incluindo margem de distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro.

O Brasil passa por um período de retomada no consumo de combustíveis, diante da flexibilização das medidas restritivas impostas em meio à pandemia de coronavírus. A BR Distribuidora, maior distribuidora de combustíveis do país, disse na semana passada que vê melhores volumes de vendas de etanol, gasolina e diesel no quarto trimestre.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.