Estado do Rio Grande do Sul terá duas novas usinas termelétricas movidas a casca de arroz

usina – termelétrica – Rio Grande do Sul Usina termelétrica da Creral/ Fonte: Sescoop

As novas usinas termelétricas no estado do Rio Grande do Sul, serão construídas nos municípios de Capivari do Sul e em Uruguaiana

As empresas Enerbio Energia e a Creral, irão construir no estado do Rio Grande do Sul, duas usinas termelétricas que utilizarão casca de arroz como combustível para gerar energia. As cidades de Uruguaiana e Capivari do Sul irão receber os empreendimentos e novos empregos poderão ser gerados no estado. Veja ainda: Nova usina hidrelétrica será construída no estado do Rio Grande do Sul. Cerca de R$ 300 milhões serão investidos no empreendimento

Nova UTE, em Capivari do Sul

A Creral, empresa do segmento de energia, conseguiu a licença de instalação para dar prosseguimento ao projeto da usina termelétrica Litoral Norte, que será instalada no município de Capivari do Sul, no estado do Rio Grande do Sul. Alderi do Prado, presidente da empresa, diz que já estão trabalhando há dois anos neste projeto da usina termelétrica e que, com a licença, agora irão trabalhar no projeto executivo e na contratação dos equipamentos de geração e infraestrutura.

A usina termelétrica que será construída utilizará casca de arroz como combustível para gerar energia, com potência instalada de 5 MW, que consumirá 40 mil toneladas de casca de arroz anualmente.

A casca de arroz que será utilizada na usina termelétrica em Capivari do Sul será fornecida por companhias arrozeiras dos municípios de Capivari do Sul, Santo Antônio da Patrulha e Palmares do Sul, todas localizadas no Rio Grande do Sul. O terreno de 33 mil metros quadrados para a instalação do empreendimento já foi comprado e o ponto para conexão com o sistema interligado nacional aguarda definição da CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica).

Com investimentos de R$ 50 milhões, mais uma nova usina termelétrica será construída no Rio Grande do Sul

A Enerbio Energia e Meio Ambiente recebeu no dia 15/06 a autorização da Câmara de Vereadores de Uruguaiana, com a aprovação do projeto de lei de autoria Executiva que trata da concessão de área de 7,85 hectares para a instalação de uma usina de termelétrica no município no estado do Rio Grande do Sul. A estimativa é de que sejam investidos no município R$ 50 milhões para a instalação da planta e 100 novos empregos sejam gerados.

De acordo com o projeto, a usina termelétrica irá produzir energia limpa e renovável a partir da casca de arroz, estimando produção mensal de 8 MW de energia, o que é capaz de atender uma cidade com 100 mil habitantes.

Conforme dados da Secretaria da Fazenda, dos R$ 50 milhões destinados à implantação, cerca de R$ 3 milhões ficarão com o município. A projeção é de que Uruguaiana arrecade, anualmente, R$ 9 milhões em Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) a partir do momento em que a usina iniciar as atividades. O local da concessão fica na localidade de Charqueada, subúrbio próximo 10 quilômetros da cidade. O processo de instalação na cidade do Rio Grande do Sul tem previsão entre 18 e 24 meses.

Confira como funciona uma usina movida a casca de arroz:

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe