Empresas estão mais preocupadas com ESG para que haja redução de impostos e marketing verde

Daiane Souza
por
-
26-04-2022 16:05:34
em Economia, Negócios e Política
Empresas estão mais preocupadas com ESG para que haja redução de impostos e marketing verde - Fonte: Canvas Empresas estão mais preocupadas com ESG para que haja redução de impostos e marketing verde – Fonte: Canvas




O evento do Fórum de Líderes sobre o ESG está previsto para acontecer no começo do mês de junho na cidade de São Paulo, capital. Os debates sobre o assunto começaram a se intensificar desde o ano de 2020. E as pesquisas que estão sendo levantadas comprovam que ele está se intensificando por causa da pandemia e das tendências em relação ao meio ambiente.

A sigla do ESG nada mais é do que o significado para Environmental, social and corporate governance. Ou seja, a governança com prioridade ambiental. Ela acontece quando a governança de determinada empresa está preocupada com a sustentabilidade e as atitudes que a marca tem e que podem melhorar o meio ambiente em que vivemos. Estar em dia com boas práticas é visto como uma forma de realizar a prática do marketing verde e, claro, atrair mais clientes para um determinado nome.

O que é ESG e como essa sigla consegue afetar os seus investimentos? Veja um vídeo que fala sobre

O vídeo abaixo pertence ao canal do InfoMoney e aborda sobre o que se trata essa sigla e como ela pode influenciar de forma profunda quando o assunto é investimento empresarial. Muitas empresas estão realizando as práticas ambientais e sustentável por vários fins, que vão muito além de uma simples preocupação com o meio ambiente em que se vive, como é o caso de diminuição da cobrança de impostos e publicidade, visto que, hoje em dia, os consumidores estão cada vez mais preocupados com a produção de lixo, sustentabilidade, etc.

Covid-19 acelerou a preocupação das empresas com boas práticas ambientais

A Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) realizou um levantamento no estado de São Paulo com cerca de 79 marcas e determinaram que ao menos 95% de todas elas argumentam que o ESG está entre as prioridades para o ano de 2022. Além disso, 33% de todas as empresas argumentam que a sigla está entre os temas mais abordados (três principais temas), enquanto as outras 22% falaram que as práticas ambientais e formas de melhorar o ambiente estão no topo da lista.

Vania Lúcia Lima de Andrade, conselheira da ABM – Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, manifestou-se sobre o assunto e afirmou que já estava esperando um resultado semelhante a esse. De acordo com ela, está sendo previsto que a cada dia que passa, a situação vá ficando mais complexa e as empresas tomem atitudes ainda mais profundas para reduzir o uso de água em seus processos, garantir mais economia e produzir menos lixo.

O mercado financeiro já tem a consciência de que as marcas que estão praticando as boas práticas desde o seu surgimento, contam com menores chances de darem errado no mercado. Elas ainda conseguem financiamentos mais favoráveis e com juros menores pelos bancos. Sem contar que, na Bolsa de Valores, têm a chance de passar por uma valorização muito maior.

Evento está previsto para acontecer

O Fórum de Líderes vai se reunir entre os dias 07 e 09 de junho para discutir sobre os impactos que são causados pelo ESG para as empresas. O evento está em sua sexta edição. Os encontros estão marcados para o Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo. Por fim, vai ser possível saber qual é a opinião dos maiores gestores de empresas que estão no estado de São Paulo e em todo o país. Dessa forma, é um evento ideal para as marcas que estão em constante crescimento e em busca de inovação no mercado. 

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Daiane Souza
Em formação em jornalismo pela Uniasselvi. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).