Início Empresa desenvolve o primeiro avião hipersônico do mundo capaz de cruzar o planeta em uma hora

Empresa desenvolve o primeiro avião hipersônico do mundo capaz de cruzar o planeta em uma hora

30 de junho de 2022 às 10:45
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Empresa desenvolve o primeiro avião hipersônico do mundo capaz de cruzar o planeta em uma hora
Ilustração do avião hipersônico capaz de cruzar o planeta em uma hora – imagem: Venus Aerospace

A startup aeronáutica Venus Aerospace revelou seu conceito de um avião hipersônico que transportará passageiros pelo mundo em uma hora. A empresa do Texas diz que sua aeronave hipersônica conseguirá realizar qualquer tipo de ‘viagem global em uma hora’ e lançou imagens com pré-renderizações para seu avião, chamado ‘Stargazer’. Em um comunicado à imprensa, a Venus Aerospace revelou que recebeu US$ 1 milhão em financiamento do governo, além de investidores privados, que arrecadaram US$ 33 milhões para construir o primeiro avião hipersônico do mundo capaz de cruzar o planeta em uma hora.

Avião hipersônico terá potencial para atingir a velocidade Mach 9, equivalendo a nove vezes a velocidade do som

Venus Aerospace – Stargazer Revelação

Para referência, mísseis hipersônicos usados pelos militares viajam a Mach 5. A equipe de engenharia de veículos da Venus está trabalhando na iteração do avião desde 2020. Um porta-voz da empresa disse: “Na Venus Aerospace, estamos construindo o primeiro avião espacial do mundo que pode voar em velocidades hipersônicas na borda da atmosfera. Um avião espacial que pode decolar do LAX e pousar em Tóquio em uma hora, e depois fazer o voo de volta para levá-lo para casa para o jantar.”

Artigos recomendados

As dimensões propostas da aeronave são de 100 pés (30,5 m) de largura por 150 pés (46 m) de comprimento quando uma maquete física real é construída. O “Stargazer” vai pesar 150.000 libras (68.039 kg) e tem espaço para acomodar um máximo de 12 passageiros.

Avião hipersônico da Venus Aerospace conseguirá transportar 12 passageiros

A aeronave está sendo projetada para transportar 12 passageiros e viajar a uma altitude de 51,8 quilômetros – o que significa que tecnicamente não viaja para o espaço, apesar de ser chamado de ‘avião espacial’.

No entanto, espera-se que os passageiros ainda tenham uma visão extraordinária da curvatura da Terra. A empresa afirma ter ‘se expandido rápido’ no ano passado, tendo projetado e construído seu motor de demonstração de tecnologia, executado experimentos importantes em túneis de vento hipersônicos e instalações de teste de propulsão em todos os Estados Unidos e iniciado uma campanha de testes em solo no Spaceport Houston. Eles esperam começar a testar a aeronave no próximo ano, com o primeiro teste de solo previsto para acontecer em 2025, no mínimo.

Aviões hipersônicos dessa natureza decolariam de um aeroporto convencional em velocidades subsônicas antes de cruzar o azul selvagem até a borda do espaço sideral (170.000 pés, ou 51.816 metros), enquanto no modo hipersônico.

Sobre a empresa

A Venus Aerospace foi fundada há apenas dois anos por Sarah “Sassie” Duggleby e Dr. Andrew Duggleby. Seu principal objetivo para esta nave elegante que poderia, hipoteticamente, atingir velocidades de quase 11.000 km/h, é levar os passageiros para seus destinos em tempo recorde.

Este novo player aeroespacial já obteve US$ 33 milhões em financiamento de investidores privados, que inclui grandes investimentos capitalistas de risco, e mais US$ 1 milhão em dinheiro do governo.

A Venus também reforçou seu balanço ao anunciar recentemente mais US$ 20 milhões arrecadados em uma oferta da Série A liderada pela Prime Movers Lab, uma empresa de capital de risco que investe em startups científicas inovadoras.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes