A maior UPGN da Petrobras: Construção de gasoduto que interliga pré-sal ao Comperj entra em sua fase final de obras

Kelly
por
-
25-08-2020 09:51:02
em Petróleo, Óleo e Gás
Construção de gasoduto que interliga pré-sal ao Comperj entra em sua fase final de obras Estrutura de gasoduto/ Imagem: Divulgação

As obras do gasoduto Rota 3 estão bem avançadas e escoamento do gás do pré-sal para a UPGN no Comperj vai beneficiar outros tipos de atividades no estado do Rio Janeiro dentro do portfólio da Petrobras

Para atender a Petrobras e outras operadoras, o projeto de construção do gasoduto Rota 3, que tem o objetivo de escoar 18 milhões de metros cúbicos de gás, proveniente do pré-sal da Bacia de Santos até o Comperj, para que lá possa ser processado e disponibilizado ao mercado consumidor, está entrando em sua etapa final de construção. Faltam apenas alguns ajustes para as obras serem concluídas no Leste do Estado do Rio de Janeiro.

Veja também outras notícias

De acordo com João Leal, diretor-geral do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste), em entrevista ao Portal Petronotícias, o gasoduto Rota 3 já está quase pronto, faltando apenas pequenas intervenções em Maricá e a finalização da UPGN do antigo Comperj, que passou a se chamar Polo Gaslub Itaboraí, com foco no gás natural.

O empreendimento será a maior unidade de processamento de gás natural da Petrobras no Brasil e a previsão é que já comece a funcionar a partir do próximo ano. O escoamento do gás do pré-sal para a UPGN no Comperj vai beneficiar outros tipos de atividades no estado do RJ, como a indústrias de fertilizantes, agricultura e turismo, segundo leal.

Sobre o progresso das obras no Gaslub Itaboraí (antigo Comperj), Leal afirmou que no início da pandemia, o Conleste teve uma participação importante envolvendo o projeto, envolvendo procedimentos sanitários que adotaram para não congelar a obras pois isso traria uma atraso muito ruim para o projeto. Segundo ele, o projeto hoje já está andando a 100% de novo e está avançando na sua construção.

Aprovação da Nova Lei do Gás gera expectativas para Conleste e projeto do gasoduto que irá interligar pré-sal e Comperj, o Rota 3

O setor de gás natural do Brasil está se preparando para mudanças profundas. Além da Petrobras estar em processo de retirada radical de seu portfólio de gás, uma série de reformas governamentais visam maior participação e investimentos no setor, como a proposta do Novo Mercado de Gás, que será votada hoje (25/08).

“Considerando esse marco regulatório, que tenho plena convicção que será legitimado pelo Congresso Nacional, vamos inaugurar a era da competitividade no âmbito energético do gás natural a partir do ano que vem”, disse Leal.

O executivo ainda complementou que o Rota 3 é um gasoduto que tem a parte marítima e a terrestre e que o responsável pelo projeto da parte terrestre foi o consórcio GTR-3 e o Conleste contribui para ajudar em todo e qualquer dificuldade administrativo junto às secretarias de obras ou ambiente nos municípios onde perpassa o Rota 3.

Petrobras começou utilizar serviços de cabotagem

Visando diversificar suas operações no Rio de Janeiro, cujo o foco é o pré-sal e agregados, a Petrobras executou com sucesso seu primeiro escoamento de Diesel S10 pela cabotagem nacional, partindo da refinaria Reduc. Saiba mais sobre esta façanha aqui.

Tags: