Refinaria Duque de Caxias (Reduc) da Petrobras conclui sua primeira operação de cabotagem de Diesel S10

Flavia Marinho
por
-
24-08-2020 14:00:35
em Petróleo, Óleo e Gás
Refinaria Duque de Caxias (Reduc) conclui sua primeira operação de cabotagem de Diesel S10 Escoamento do combustível por navios eleva competividade da Petrobras. A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) tem capacidade para produzir 150 mil m³ de Diesel S10 por mês

Escoamento do combustível por navios eleva competitividade da Petrobras na cabotagem. A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) tem capacidade para produzir 150 mil m³ de Diesel S10 por mês

Petrobras informa em fato relevante que em 9 de agosto, a sua Refinaria Duque de Caxias (Reduc) concluiu sua primeira operação de cabotagem (transporte por modal marítimo dentro das águas costeiras do país) de Diesel S10. STF bate martelo e Governo do Rio terá que pagar R$ 2 bi de indenização sobre desapropriação de terreno da refinaria de Manguinhos Refit

Confira vagas e outras notícias sobre a Petrobras

A operação contou com um carregamento de 25 mil metros cúbicos de diesel para o Terminal Aquaviário da Baia da Guanabara – RJ, de onde o produto foi transportado por navio até o Porto de Paranaguá – PR.

A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) tem capacidade para produzir 150 mil m³ de Diesel S10 por mês. Segundo o informe da Petrobras, até o primeiro semestre deste ano, o sistema logístico interno segregado de operação do Diesel S10 só permitia movimentações de bombeio para as companhias distribuidoras ao redor da refinaria.

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus e a redução da demanda por diesel na região do Rio de Janeiro, a refinaria Duque de Caxias (Reduc) realizou manobras internas e condicionamentos de lastro de forma a viabilizar o escoamento do combustível através de sua interligação com o Terminal Aquaviário da Baia da Guanabara, no qual já são realizadas normalmente operações de cabotagem e exportação de outros produtos, como óleo combustível exportação, bunker 0,5%, gasolina S10, nafta petroquímica, diesel marítimo e S500, entre outros.

“Novas operações de cabotagem já estão sendo programadas com o Diesel S10 produzido na Reduc. Com os níveis atuais da demanda local, a refinaria Duque de Caxias tem condições de cabotar entre 60 e 70 mil m³ do produto por mês”, explica o gerente setorial de Programação da Produção da Reduc, Gabriel Amorim.

Sobre o mercado do diesel

“A disponibilização deste volume impacta diretamente na redução do volume importado para atender o mercado nacional de diesel e aumenta a competitividade da Petrobras frente aos agentes importadores do setor”, afirmou a estatal em comunicado

Segundo o gerente de Programação de Produção da área Industrial, Adriano Cesar de Medeiros Valentim, “diante do reaquecimento do mercado de Diesel S10 no Brasil, o escoamento de S10 pela Reduc para atender áreas de cabotagem ou mesmo de suporte a mercados com maior demanda permite que a Petrobras seja ainda mais competitiva e aumente a confiabilidade de suprimento de diesel, possibilitando, ainda, elevar o fator de utilização da refinaria”.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.