Com garantia da Aneel, a francesa Total anuncia mais projetos de energia solar no interior de São Paulo

Paulo Nogueira
por
-
10-03-2020 09:22:25
em Energia Renovável
Aneel Total Energia Solar São Paulo Dracena




As três usinas do primeiro financiamento de energia solar em Dracena, organizado pela Aneel em 2014, foi concluído com sucesso, mas a Total não para e anuncia mais investimentos

A concessão da Aneel há alguns anos atrás para projetos renováveis gerou frutos. A produtora francesa de energia renovável ,Total Eren, disse hoje(10) que finalizou o financiamento de seu projeto de energia solar Dracena de 90 MW no Brasil e anunciou novos projetos lá.

Leia também

Localizado no município de Dracena, estado de São Paulo, o complexo fotovoltaico (PV) consiste em três usinas de 30 MWp cada que foram colocadas online em agosto de 2019. A usina, construída a um custo total de BRL 350 milhões (US $ 74,1 milhões / EUR), foi financiado com BRL 280 milhões em recursos provenientes da emissão de debêntures de infraestrutura com prazo superior a 17 anos. As debêntures foram adquiridas pela Kinea Investimentos, em uma negociação coordenada pelo BNP Brasil e XP Investimentos.

Os três projetos foram garantidos em uma licitação de 2014 realizada pela Aneel, reguladora do setor de energia do Brasil e têm um PPA de 20 anos com a Câmara de Comércio de Energia do Brasil (CCEE).

Até agora, a Total Eren construiu um portfólio de 300 MW de ativos operacionais e em construção no Brasil. Possui dois parques eólicos em construção no Rio Grande do Norte, Terra Santa de 92,3 MW e Maral de 67,5 MW, que serão ativados no quarto trimestre de 2020.

“O Brasil oferece oportunidades muito promissoras em energia eólica e solar e estamos convencidos de que essa diversificação será fundamental para o nosso crescimento sustentado no país”, disse Pierre-Emmanuel Moussafir, diretor da Total Eren Brasil.

Aneel também aprovou a construção de 15 usinas no Brasil

A Aneel, reguladora do setor elétrico do Brasil, aprovou na terça-feira (03) 283,45 MW de projetos no leilão A-6. Mais detalhes sobre o assunto aqui, mas logo abaixo há uma tabela resumida das usinas a serem construídas:

Nome Fonte Capacidade
Caetité D Energia Eólica 27.50 MW
Ipiranga Bioenergia Mococa Biomassa 40.20 MW
Cerradão 3 Biomassa 40 MW
Rodeio Hidrelétrica de Pequeno Porte 9.75 MW
Jaspe Hidrelétrica de Pequeno Porte 5.10 MW
Barra das Águas Hidrelétrica de Pequeno Porte 8.50 MW
São Luiz Hidrelétrica de Pequeno Porte 10.50 MW
São Roque Hidrelétrica de Grande Porte 141.90 MW

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.