Aneel aprovou na terça a construção de oito usinas de energia eólica, duas de biomassa e cinco hidrelétricas

Paulo Nogueira
por
-
04-03-2020 15:36:33
em Energia Renovável
Aneel energia eólica biomassa chidrelétricas Matriz energética Aneel Leilão A-6




Projetos do leilão A-6 finalmente têm o aval de construção de 15 usinas pela Aneel,  com promessas de milhares de empregos e injeção econômica

A Aneel, reguladora do setor elétrico do Brasil, aprovou na terça-feira (03) 283,45 MW de projetos bem-sucedidos no leilão A-6, realizado em 18 de outubro de 2019. Ao todo, oito usinas de energia eólica, duas biomassa, quatro pequenas e uma grande hidrelétrica receberam luz verde. A licitação concedeu contratos de compra de energia (PPA) a projetos que iniciarão o fornecimento em 1º de janeiro de 2025.

Mais detalhes sobre a capacidade contratada e agora aprovada estão disponíveis na tabela abaixo.

Nome Fonte Capacidade
Caetité D Energia Eólica 27.50 MW
Ipiranga Bioenergia Mococa Biomassa 40.20 MW
Cerradão 3 Biomassa 40 MW
Rodeio Hidrelétrica de Pequeno Porte 9.75 MW
Jaspe Hidrelétrica de Pequeno Porte 5.10 MW
Barra das Águas Hidrelétrica de Pequeno Porte 8.50 MW
São Luiz Hidrelétrica de Pequeno Porte 10.50 MW
São Roque Hidrelétrica de Grande Porte 141.90 MW

Uma das principais obras a serem executadas é justamente a de São Roque, que será tocada pela Nova Engevix. Saibam os detalhes  deste empreendimento aqui e se preparem para oportunidades latentes no setor.

A Aneel já aprovou 82 projetos de um total de 91 projetos vencedores. A licitação contratou mais de 250,14 milhões de MWh de energia a um preço médio de BRL 176,09 por MWh (US $ 39 / EUR 35). Nove projetos ainda estão em revisão devido à documentação pendente, salientou a Aneel.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.