Cervejaria Heineken inicia projeto para levar energia renovável a 50% dos bares e restaurantes, até 2030

Roberta Souza
por
-
10-10-2021 14:15:17
em Energia Renovável
Heineken – energia – renovável Bar da Heineken/ Fonte: VEJA

A Heineken passou a usar 100% de energia renovável em sua produção e quer levar o programa a bares e pontos de venda

Os pontos de venda e bares parceiros da Heineken vão ganhar um benefício e tanto da cervejaria: energia mais barata e verde. A empresa vai disponibilizar 100 MW de geração de energia renovável distribuída, solar e eólica, para estabelecimentos de 19 capitais do país. A empresa garante que não é preciso qualquer tipo de adaptação, nem instalar equipamentos ou gastar com painéis solares ou pagar qualquer taxa. Confira ainda esta notícia: Omega Energia fecha parceria com a Heineken para energia renovável no Nordeste por 10 anos

Projeto de energia renovável da cervejaria

O compromisso foi firmado pela marca de cerveja, e segue a linha de mudanças que a empresa vem adotando ao visar reduzir seus impactos no meio ambiente. Em dezembro de 2020, a Heineken anunciou que utilizaria 100% de energia renovável em todo seu processo de produção.

A ação entre Heineken e bares e restaurantes parceiros apenas facilitará o acesso de pontos de venda com fontes de geração de energia verde. Para isso, o estabelecimento deverá se cadastrar em uma plataforma digital e por lá acontecerá a conexão entre as duas partes.

A partir do contato entre bar e fornecedor de energia verde, a energia elétrica continua vindo da mesma maneira, sem custos adicionais ao empreendedor. Também não será necessário fazer nenhum tipo de adaptação no sistema elétrico do lugar. Segundo comunicado da Heineken, os bares e pontos de vendas conseguem uma redução de até 40% na conta de energia. A participação é gratuita, sem taxa de adesão, sem taxa de fidelidade e sem taxa de instalação.

Produção da Heineken com energia 100% renovável

O diretor de marketing da empresa, Gabriel D’Angelo Braz, lembra que a empresa passou a usar 100% de energia renovável em suas cervejarias no ano passado e vai agora levar esta energia aos bares para gerar maior impacto positivo no meio ambiente. A meta é chegar a 50% dos bares parceiros da Heineken, em 19 capitais, até 2030. Neste momento, a empresa está em fase piloto do projeto nas capitais do Paraná, Mato Grosso e Minas Gerais, mas até o início de 2021 já estará com o programa correndo o Brasil.

Confira ainda: Justiça libera Heineken para retomar obras de construção de fábrica, no estado de Minas Gerais

A cervejaria Heineken conseguiu na Justiça de Minas Gerais uma liminar (decisão provisória), para retomar as obras de sua cervejaria em Pedro Leopoldo, na Grande Belo Horizonte. Em setembro, a construção havia sido embargada pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), por risco de danos ao sítio arqueológico, onde foi localizado o crânio de Luzia, o mais antigo fóssil humano encontrado nas Américas.

A liminar para a liberação de continuar a construção da fábrica foi deferida na manhã de quarta-feira (06/10), pela 12ª Vara Federal Cível e Agrária da SJMG (Seção Judiciária de Minas Gerais), após mandado de segurança impetrado pela cervejaria.

Na decisão, o juiz Mário de Paula Franco Júnior, entendeu que o ICMBio não possui competência para discutir a concessão da licença ambiental que fora deferida pela Semad (Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais), em agosto de 2021. Na ocasião do embargo, a pasta disse não ter encontrado obstáculos para a concessão de autorização. O juiz também afirmou, que a Heineken cumpriu com todos os ritos e tem licença ambiental expedida por um órgão competente para construir a fábrica no local. Por isso, a empresa teria o direito de executar a obra.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe