Início Carros elétricos podem ter solução em deserto da Califórnia, nos EUA

Carros elétricos podem ter solução em deserto da Califórnia, nos EUA

15 de maio de 2022 às 16:29
Compartilhe
Siga-nos no Google News
carros elétricos, deserto, Califórnia
Fonte: Pixabay

Deserto localizado na Califórnia é rico em lítio, elemento importante para compor a bateria dos carros elétricos

Ao longo dos últimos anos, a Bacia do Mar de Salton, localizada num deserto na Califórnia, virou ponto para a extração de lítio, componente indispensável para a construção das baterias dos carros elétricos construídos pela indústria automobilística local.

Segundo a CNN, a Bacia do Mar de Salton no deserto da Califórnia possui uma aparência quase alienígena, isso porque ela se localiza perto de dois extensos pedaços da crosta terrestre estão se empurrando lentamente, provocando um grande ponto abaixo da terra. As placas são a placa norte-americana e a placa do Pacífico. Ainda, a Bacia do Mar de Salton está num grande deserto cinzento e planificado envolto por montanhas bem altas. Também, por mais que seja chamado de mar, o Mar de Salton não é verdadeiramente mar, ele na verdade é o maior lago da Califórnia, possuindo 51 milhas de comprimento de norte a sul e 17 milhas de largura.

Artigos recomendados

Bacia no deserto da Califórnia é composta majoritariamente por lítio

Com o passar dos anos, ao passo que as empresas começaram a visar o deserto onde fica localizada a bacia do Mar de Salton por nele estar contido grande quantidade de lítio, as indústrias automobilísticas da Califórnia, bem como de outras partes do mundo começaram a extrair o lítio do deserto, uma vez que ele é um dos principais componentes da construção da bateria de carros elétricos.

Também, o motivo do lítio ser o elemento mais procurado para a construção das baterias de carros elétricos, é porque ele é o metal mais leve da Terra, sendo de grande importância para a construção das baterias de carros elétricos, que devem ter uma capacidade de armazenar muita eletricidade em um pacote que pesa o mínimo possível.
Além desses motivos de procura do lítio, a geografia única do deserto onde se encontra a Bacia do Mar de Salton, possibilita engenheiros e técnicos na obtenção do lítio degradando o mínimo possível o meio ambiente, de acordo com empresas que trabalham lá. Em contrapartida, em outros lugares o lítio é extraído da terra utilizando a mineração de rocha dura que deixa manchas grandes na superfície terrestre. No deserto da Califórnia, o lítio é extraído naturalmente, do jeito que ele existe no local, de forma líquida, não precisando de mão de obra de máquinas de mineração ou detonações. De acordo com o diretor de operações da EnergySource Minerals, Derek Benson, a Bacia do Mar de Salton, no deserto da Califórnia, é um dos maiores campos de energia geotérmica do mundo.

EnergySource Minerals

A empresa EnergySource Minerals foi desmembrada em 2018 da EnergySource, empresa de energia geotérmica que faz eletricidade a partir da salmoura quente de Salton Sea há uma década. Atualmente, a EnergySource Minerals está trabalhando para conseguir obter lítio da salmoura que ela está usando como energia.

A quantidade de lítio presente no deserto e o quanto pode ser extraído, ainda são questões que uma equipe de pesquisa dos Laboratórios Nacionais Lawrence Berkeley estão trabalhando para descobrir.

Além das usinas da EnergySource, um pouco adiante das suas usinas, existe também uma empresa chamada CTR, em tradução Recursos Térmicos Controlados, que possui sua própria usina de baterias para carros elétricos, de pequeno porte. A empresa CTR, que ainda está em fases de teste, já confirmou parceria com a empresa General Motors, onde ela comprará o lítio produzido pela CTR para a produção dos seus próprios carros elétricos.

Recentemente, a empresa italiana de baterias EV Italvolt comunicou que tem planos para uma empresa de spin-off trabalhar com a CTR. Os sistemas exigem Statevolt, como é chamado spin-off, para construir uma indústria de baterias nas proximidades, utilizando tanto a energia gerada pelos geradores CTR quanto o lítio retirado da salmoura.
A indústria poderá um dia produzir baterias suficientes para 650.000 carros elétricos por ano, de acordo com Italvolt.
Colocar a produção de baterias no local acabará com os custos de envio e as emissões de dióxido de carbono de todos os navios, trens e caminhões que são usados para levar o lítio para fábricas de baterias localizadas grandemente na Ásia, segundo Rod Colwell, CEO da CTR.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes