Bunker One expande suas operações offshore para o norte do Brasil com a implantação de um navio-tanque

Valdemar Medeiros
por
-
26-11-2020 10:41:22
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Bunker one - offshore - navio-tanque Bunker one Brasil

A Bunker one apoiará a operação offshore de bunkering a cerca de 50 milhas náuticas da costa de Itaqui no Brasil com a implantação de um navio-tanque

A fornecedora de combustíveis marítimos Bunker One expandiu suas operações offshore para o norte do Brasil com a implantação de um navio-tanque para fornecer óleo combustível com baixo teor de enxofre (VLSFO) e gasóleo marítimo com baixo teor de enxofre (LSMGO).

Leia também

Brasil é ponto estratégico na indústria offshore

“O Brasil continua sendo de importância estratégica para a Bunker One e o mercado ofshore mundial. A expansão de nossa presença para o norte do Brasil está em linha com nossa ambição de fortalecer nossa posição nas Américas. Essa região é de vital importância para as exportações brasileiras de commodities, e nossa presença lá proporcionará aos nossos clientes mais flexibilidade em termos de opções de bunkering em suas viagens”, disse Flavio Ribeiro, diretor-gerente da Bunker One Brasil.

A Bunker One entrou no Brasil pela primeira vez em 2017 e está presente no porto do Rio de Janeiro

Peter Zachariassen, ceo da Bunker One, comentou: “Estou muito satisfeito por podermos manter o ímpeto e seguir em frente com nossos planos de expandir nosso alcance operacional no mercado offshore com a implantação da navio-tanque. À medida que continuamos com nossos ambiciosos planos de crescimento, iremos, é claro, permanecer dedicados aos nossos parceiros de negócios e manter nosso forte foco em fornecer aos nossos clientes serviços da mais alta qualidade.”

Navio-tanque no mercado offshore brasileiro

Petroleiras querem inclusão de navio-tanques no BR do Mar. O Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) enviou uma carta aos ministérios da Economia e Infraestrutura pedindo que o governo avalie a inclusão dos navio-tanque no projeto BR do Mar, promessa do governo Bolsonaro para incentivar a navegação de cabotagem no Brasil.

O IBP, que representa as petroleiras instaladas no país, avalia que as regras atuais podem levar a um gargalo no escoamento da produção de petróleo e gás natural, com risco de impactar negativamente o aumento da produção e exploração do setor.

O Brasil produz atualmente cerca de 3 milhões de barris por dia, majoritariamente no offshore, com destaque para campos do pré-sal, que já representam mais de 60% da produção total. No caso de plataformas sem conexão com terminais em terra, caso do grande campos do pré-sal, esse óleo é movimentado por navios aliviadores.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.