Até o fim deste ano, Mercado Livre pretende contratar mais de 6 mil pessoas para suas operações, gerando empregos e renda em vários municípios brasileiros

Valdemar Medeiros
por
-
09-08-2021 12:13:46
em Economia, Negócios e Política
Mercado livre - vagas de emprego - oportunidades - Contratar - empregos Mercado Livre entregas, caminhões Mercado Livre (Mercado Livre/Divulgação)

Observando a expansão do e-commerce, a plataforma de vendas online Mercado livre já contratou mais de 10 mil pessoas e pretende contratar mais 6 mil até o fim do ano, gerando empregos e renda para vários municípios do Brasil

A grande expansão do Mercado Livre no Brasil, em meio à explosão das compras e vendas online, está fazendo com que a plataforma online contrate milhares de pessoas. Até agosto, o Mercado Livre gerou oportunidades de empregos a cerca de 10 mil pessoas no Brasil. Vale ressaltar que oito meses atrás, no final de 2020, eram menos da metade, chegando a 4,9 mil.

Leia também

Mercado Livre deseja contratar mais 6 mil pessoas ainda este ano

Os planos da plataforma são otimistas e, devido à expansão, pretende até o fim do ano gerar empregos a mais 6 mil pessoas para as operações brasileiras. No mês de abril, a empresa pretendia chegar ao fim de 2021 com 12 mil colaboradores contratados, mas precisou reajustar seus cálculos.

A escolaridade desejada pelo Mercado Livre nesses empregos vai desde o ensino médio, principalmente no setor operacional da empresa, até o ensino superior, que é mais voltado para o setor de TI.

De acordo com Patrícia Monteiro, diretora de Pessoas do Mercado Livre no brasil, a empresa cresceu muito em todos os níveis, e agora há várias necessidades no quesito de profissionais. As receitas da plataforma online mais do que dobraram neste segundo trimestre, pois seguiu se beneficiando do seu foco na América Latina, que é onde está localizado o maior crescimento do e-commerce no mundo, mesmo com os impactos da pandemia.

Mercado livre obtém receita de US$ 1,7 bilhão

A empresa anunciou na quarta-feira (04) que obteve uma receita de US$ 1,7 bilhão entre abril e junho, uma elevação superior a 100% em comparação com o mesmo período de 2020. Como também possui atividades com serviços financeiros, as posições representam um alto número de empregos para profissionais desse setor.

Vale ressaltar que entre os mais de 5 mil novos funcionários que a empresa precisou contratar no fim do ano passado até agora, 2,5 mil são negros, em um programa de aumento da diversidade criado pela empresa.

De acordo com Patrícia, grande parte do crescimento foi para a operação logística, onde a empresa atua em 129 localidades. Entretanto, houve a necessidade de contratar também no setor de serviços financeiros e na área de tecnologia. A sua capacidade de entregar produtos vem dessa ampliação da malha.

Pandemia impulsiona compras e vendas online

Na pandemia, o comércio digital teve uma explosão no Brasil. A necessidade de comprar, interligada à necessidade de ter que ficar em casa, fez com que mais de 7 milhões de pessoas comprassem pela primeira vez em 2020. Uma das iniciativas que vieram com a aceleração do e-commerce foi a aposta na redução do prazo de entrega das mercadorias, para que os compradores adquirissem uma melhor experiência em suas primeiras compras online.

Em junho, o Mercado Livre anunciou que compras feitas até 11h seriam entregues no mesmo dia em São Paulo, Salvador e Florianópolis. Até mesmo outras empresas como Magazine Luiza, Amazon e Americanas também lançaram propostas semelhantes para competir.

Segundo Patrícia, com a chegada da pandemia, foi necessário expandir a frota logística para atender a uma experiência melhor dos consumidores, pois muitos serviços foram paralisados no início da pandemia. Foram diversas mudanças em como expandir, contratar e adquirir parceiros. Vale ressaltar que aqueles que desejam se candidatar podem acessar o site de vagas da empresa.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe