Após fim do Fox nas concessionárias brasileiras, Gol volta a ser carro de entrada da Volkswagen e atrai consumidores

Valdemar Medeiros
por
-
11-10-2021 13:32:52
em Logística e Transporte
FOx - Gol - concessionárias - Volkswagen - carro de entrada Gol retorna como líder em concessionárias brasileiras – créditos: icarros/divulgação

Após a Volkswagen deixar de vender o Fox nas concessionárias brasileiras, o Gol toma seu lugar como carro de entrada custando cerca de R$ 65 mil e contando com novos equipamentos

A Volkswagen confirmou na última semana, o fim da produção do Fox, que está no mercado brasileiro há 18 anos com sua carroceria original. O modelo nasceu, com a missão de suceder o Gol, que agora volta a ser o carro de entrada da montadora alemã, mas infelizmente, o Fox saiu das concessionárias antes de seu irmão. A última unidade do modelo foi fabricada no fim de setembro em São José dos Pinhais (PR).

Leia outras notícias relacionadas

Gol volta a ser modelo mais barato nas concessionárias da Volkswagen

O motivo do fim do Fox se deve à nova legislação de emissões de poluentes que entrará em vigor em 2022 no País. Entretanto, a Volkswagen informou ter tirado o modelo das concessionárias para abrir espaço para o SUV T-Cross na linha de produção.

Em seus últimos meses, o hatch era comercializado em duas versões, Xtreme e Connect, ambas com um motor 1.6 8V de 104 cavalos da família EA111. Os modelos custavam R$ 67.400 e R$ 61.500 respectivamente. Com o fim da produção do Fox, o Gol volta a ser o modelo mais barato e vendido nas concessionárias da marca alemã.

Apesar de tudo, barato ainda é uma expressão muito forte para definir o Gol, que agora está partindo de R$ 65.590 em sua versão G5 com motor 1.0 MPI três-cilindros de 84 cv e câmbio manual de cinco marchas.

Gol retorna as concessionárias com equipamentos de última geração

Sendo comercializado pelo valor mencionado acima, o novo modelo de entrada da Volkswagen traz uma série enxuta de equipamentos como chave canivete, direção hidráulica, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros, alerta de frenagem emergencial no pisca-alerta, ar-condicionado, alerta de não uso do cinto de segurança, banco do motorista com regulagem de altura, rodas de aço com calota de 14” e suporte para celular.

O modelo conta também dos freios ABS com EBD, Airbags frontais, ganchos Isofix para cadeiras infantis, encostos de cabeça em todas as posições e cintos de segurança de três pontos, que são equipamentos obrigatórios.

Opcionalmente é possível inserir alto-falantes para som, sistema de rádio com mp3 e Bluetooth Media Plus ou ainda os pacotes Urban. O mais completo deles cobra mais de R$ 7 mil, elevando a etiqueta do Gol para um valor de R$ 74.390.

Cores do substituto do Fox também influenciarão no preço final

Vale ressaltar que os equipamentos citados anteriormente são para as cores branca e preta sólida. Se os consumidores optarem pelo Vermelho Flash, igualmente sólido, haverá um aumento de R$ 500. Já para as opções cinza e prata, o valor é de R$ 1.610, com capas de retrovisores e maçanetas da porta em preto fosco.

O pacote Urban Completo conta com alarme, faróis de neblina, computador de bordo no quadro de instrumentos, chave com comandos de abertura de portas e porta-malas, alarme com comando na chave, luzes de leitura traseiras, quatro alto-falantes e dois tweeters, retrovisores e maçanetas na cor do veículo, sensores traseiros de estacionamento, central multimídia Composition Touch de 6,5”, com Apple Carplay e Android Auto via cabo e muitos outros equipamentos.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe