Ambev, a maior empresa de bebidas do mundo, celebra o dia da Mulher defendendo que cervejeira não é geladeira e quer mudar o nome do produto

Flavia Marinho
por
-
08-03-2021 09:45:54
em Economia, Negócios e Política
Ambev - dia da mulher - cervejeiro - vagas - bebidas Fábrica da Ambev

A gigante produtora de bebidas Ambev celebra o Dia da Mulher (8 de março) retratando a crescente importância da mulher no mercado cervejeiro

Para celebrar o Dia da Mulher (8 de março) a maior empresa de bebidas do mundo, a Ambev lançou o filme-manifesto #CervejeiraSouEu, onde retrata a crescente importância da mulher no mercado cervejeiro e também chama a atenção para uma lamentável curiosidade. Fique por dentro, Coca Cola e Heineken fazem acordo e disputa com Ambev deve se acirrar entre as gigantes fornecedoras de bebidas alcóolicas.

Leia também

O filme-manifesto #CervejeiraSou está disponível nas plataformas da Ambev, o comercial relembra uma triste realidade nos mecanismos de busca da internet em relação ao gênero do especialista em cerveja.

É simples: faça uma busca com o termo “cervejeiro” e “cervejeira” no Google. No 1º caso, aparecem homens segurando cervejas, no processo de fabricação da bebida, olhando atentamente a copos, na frente de tanques de uma fábrica ou algo assim.

Agora experimente colocar a palavra “cervejeira” na busca, não aparece nenhuma mulher, mas dezenas de eletrodomésticos, minigeladeiras para refrigerar a bebida.

Segundo o dicionário Aurélio, “cervejeiro” é um substantivo que significa “fabricante ou vendedor de cerveja“. Cervejeira é o feminino da palavra.

“Cervejeira sou eu”, diz o filme da Ambev

“Cervejeira não é eletrodoméstico. Cervejeira sou eu”, diz o filme, que lembra que “há milhares de anos nós mulheres somos protagonistas no assunto. Não pode existir outro significado, cervejeira é a mulher que faz, entende e aprecia cerveja.”

Como protagonistas, o comercial destaca três mulheres do quadro de funcionárias da Ambev: Bianca Zuppardo, Vivianne Nascimento e Mariane Felix. A empresa informa que 50% dos mestres-cervejeiros do grupo são mulheres.

O comercial propõe que mais e mais mulheres postem nas redes sociais usando a hashtag #CervejeiraSouEu para começar a mudar a realidade dos mecanismos de busca.

O debate sobre equidade de gênero tem ganhado cada vez mais urgência dentro das empresas, e não é diferente no meio cervejeiro e na Ambev. “Hoje, as mestres-cervejeiras representam 50% do quadro de especialistas em processos de produção. Queremos que o mercado como um todo encare a equidade de gênero também como uma prioridade. Por isso, esse movimento surge como o despertar”, diz Laura Aguiar, mestre-cervejeira e responsável pela área de conhecimento e cultura Cervejeira da Ambev.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.