A produção de carros elétricos da gigante alemã Volkswagen entrará em “modo turbo”

Flavia Marinho
por
-
08-03-2021 09:04:06
em Economia, Negócios e Política
Volkswagen - carros elétricos - fábrica - vagas - golf - tiguan Fábrica Volkswagen entrará em “modo turbo”

Com investimento bilionário, a gigante alemã Volkswagen pretende liderar as vendas de carros elétricos nos Estados Unidos e na China

Na ultima sexta (05/03), a multinacional alemã Volkswagen anunciou que para antecipar os seus planos de eletrificação vai colocar em prática a estratégia “Accelerate”. Com isso a multinacional automobilística pretende dobrar a meta anunciada em 2016 e responder por mais de 70% dos carros elétricos vendidos na Europa até 2030

Leia também

Volkswagen considera o momento propício para para a fabricação de carros elétricos tornando a marca mais atrativa para a mobilidade sustentável, e anuncia três novos modelo para 2021.

De acordo com Ralf Brandstätter, o CEO da Volkswagen, para atingir os novos objetivos de vendas de carros elétricos, a alemã terá como meta mínima lançar anualmente um modelo.

Para esquentar o mercado, este ano, a Volkswagen vai introduzir três modelos no exterior: ID.4 GTX com tração integral, ID.5 (SUV cupê), ID.6 (SUV grande para a China). Já a versão de produção do ID.Buzz deverá estrear em 2022.

Brandstätter disse que um inédito compacto elétrico será lançado em 2025. Já o novo topo de gama “Artemis EV”, baseado numa plataforma mais atual, está previsto para 2026.

Volkswagen pretende liderar as vendas de carros elétricos nos Estados Unidos e na China

A Volkswagen pretende liderar as vendas de carros elétricos nos Estados Unidos e na China. Segundo o executivo, a multinacional alemã investirá 16 bilhões de euros nos próximos cinco anos para o desenvolvimento de softwares e de tecnologias digitais, inclusive sistemas de condução autônoma.

“A chave é a digitalização. O carro é agora um produto orientado pelo software, como um dispositivo ligado à internet. Os carros vão tornar-se mais inteligentes e seguros. A eletrificação é apenas o início, a verdadeira disfunção ainda está para chegar”, disse Brandstätter.

Os automóveis com motor a combustão Golf, Passat e Tiguan terão novas gerações

Apesar do investimento bilionário na fabricação de carros elétricos, Brandstätter também acrescentou que os automóveis com motor a combustão interna continuarão a desempenhar um papel importante pela Volkswagen, e que alguns dos modelos mais vendidos, como Golf, Tiguan, T-Roc e Passat, terão novas gerações.

Ele disse também que esses veículos serão necessários durante algum tempo, “mas necessitam ser ainda mais eficientes”, em referência à tecnologia híbrida plug-in (com baterias que podem ser recarregadas em tomadas).

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.