AMAGGI anuncia a construção de uma nova fábrica de biodiesel, no estado do Mato Grosso

Roberta Souza
por
-
05-07-2021 16:51:35
em Economia, Negócios e Política
AMAGGI anuncia a construção de uma nova fábrica de biodiesel, no estado do Mato Grosso Edifício da Amaggi/ Fonte: O Livre

A nova fábrica de biodiesel no Mato Grosso terá capacidade anual estimada em 300 mil toneladas e já contará com o suprimento de óleo de soja

Um dos maiores grupos da sojicultura brasileira está para fazer sua entrada no mercado de biodiesel. A AMAGGI está construindo sua primeira fábrica na cidade de Lucas do Rio Verde, no estado do Mato Grosso, onde o grupo já conta com um complexo industrial de esmagamento de soja. Anunciadas em 2018, as obras da planta industrial tiveram início em outubro de 2020 em mais um salto de evolução sustentável da agroindústria do estado. Veja ainda: BRF investirá R$ 670 milhões em duas fábricas no Mato Grosso, visando ampliação da capacidade de produção

Localização estratégica e mais detalhes da fábrica de biodiesel, no Mato Grosso

A localização da nova fábrica de biodiesel não poderia ser mais favorável, pois a cidade Lucas do Rio Verde se situa em uma das principais regiões de produção agrícola de Mato Grosso e é onde se encontra, há mais de 10 anos, a indústria esmagadora de grãos da AMAGGI. É justamente neste complexo industrial que estão sendo erguidos os mais de 26 mil m2 de área construída da nova planta de processamento de biodiesel.

Essa nova fábrica de biodiesel terá a capacidade anual estimada em 300 mil toneladas e já contará com o suprimento de óleo de soja proveniente da indústria esmagadora existente no complexo, com capacidade de processamento de cerca de 1,2 milhões de toneladas de grãos por ano. Todo esse volume de biodiesel poderá ser comercializado e transportado para bases de distribuição em Mato Grosso ou outros estados, a fim de ser misturado a diesel de origem mineral.

Confira fotos da nova unidade da AMAGGI, no estado do Mato Grosso

Projeto da fábrica de biodiesel/ Fonte: Site AMAGGI
Projeto da fábrica de biodiesel/ Fonte: Site AMAGGI

Além da unidade no Mato Grosso, a empresa anuncia construção de nova fábrica misturadora de fertilizantes em Porto Velho

A fábrica misturadora de fertilizantes a ser construída no terminal de Portochuelo, as margens do rio Madeira com investimentos de R$ 102 milhões, pela AMAGGI com previsão de estar concluída no prazo de um ano, deverá ser a segunda unidade desta natureza na região com potencial para produzir 200 mil toneladas/ano, com a construção simultânea de um armazém de retaguarda com capacidade estática para armazenar 40 mil toneladas para atender os produtores rurais de Rondônia, Acre, Amazonas e noroeste de Mato Grosso. A primeira unidade de fábrica misturada foi construída em Comodoro em (MT), distante 100 quilômetros de Vilhena.

A construção da fábrica em Porto Velho foi viabilizada pelas exportações de grãos pela hidrovia do rio Madeira-Amazonas e pelas importações de matéria-prima via Itacoatiara. O Secretário de Agricultura, Evandro Padovani, que recebeu o comunicado, juntamente com o governador Marcos Rocha do presidente executivo da AMAGGI, Judiney Carvalho destaca que a fábrica de fertilizantes que será implantada, vai estimular os agricultores da região que terão acesso a um produto de qualidade.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos