Início Abertas as inscrições para 600 vagas do concurso do OGMO-ES, para quem deseja trabalhar no porto de Vitória e Aracruz, no Espírito Santo. É necessário ter Ensino Médio completo e carteira de habilitação do tipo B

Abertas as inscrições para 600 vagas do concurso do OGMO-ES, para quem deseja trabalhar no porto de Vitória e Aracruz, no Espírito Santo. É necessário ter Ensino Médio completo e carteira de habilitação do tipo B

8 de fevereiro de 2022 às 19:28
Compartilhe
Siga-nos no Google News
porto - espírito santo - concurso
Foto: Reprodução Google Imagens maclogistic

Participantes aprovados no concurso poderão trabalhar em portos do Espírito Santo, com salários que podem ultrapassar 15 mil reais

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do concurso promovido pelo Órgão de Gestão de Mão de Obra do Espírito Santo (Ogmo ES). As 600 vagas disponíveis são para quem deseja trabalhar em algum porto do estado, sendo 150 delas imediatas e o restante, 450, para cadastro de reserva. Os participantes do concurso que forem aprovados poderão trabalhar na Grande Vitória ou em Aracruz. De acordo com Ivone Goldner, diretora pedagógica do Centro de Evolução Pessoal (CEP), esta é uma ótima oportunidade para se inserir no mercado de trabalho ou retornar a ele.

Leia também:

Inscrições para esse concurso do Espírito Santo

Para se candidatar ao cargo de trabalhador de porto, é necessário ter Ensino Médio completo e carteira de habilitação do tipo B (para carros). Já tendo os requisitos, as inscrições são realizadas no site do Instituto de Desenvolvimento e Capacitação, empresa responsável pela seleção do concurso, até o dia 20/02/2022. A taxa de inscrição é de 142 reais, e o pagamento pode ser feito via PIX, cartão de crédito ou boleto bancário.

Atribuições do trabalhador de porto avulso

Você tem informações suficientes sobre o que são e o que fazem os trabalhadores de portos avulsos? Estes são profissionais que exercem tarefas múltiplas e realizam diversas atividades dentro dos portos. Segue abaixo uma lista de atribuições do cargo deste concurso, realizada pela repórter Diná Sanchotene no portal de notícias A Gazeta:

  • Movimentação das mercadorias nas instalações dentro do porto, que inclui o recebimento, a conferência, o transporte interno, a abertura de volumes para que haja a verificação alfandegária, manipulação, preparação e entrega, assim como o carregamento e a descarga das embarcações;
  • Movimentação das mercadorias nos porões ou nos conveses das embarcações mais importantes ou auxiliares, bem como o transbordo, preparação, peação e despeação;
  • Contagem de volumes de cargas, anotações de suas características, origem ou destino, checagem do estado das mercadorias, auxílio na pesagem, verificação do manifesto e demais trabalhos relacionados nas operações de carregamento e descarga nos portos;
  • Restauração e reparo de embalagens danificadas, reembalagem, marcação, carimbagem, etiquetagem;
  • Fiscalização da entrada e saída de pessoas a bordo das embarcações paradas no porto, tal qual da movimentação de mercadorias nos portalós, rampas, porões, conveses, plataformas e em outros lugares da embarcação.

Além disso, outra característica do cargo oferecido pelo concurso do Espírito Santo é que o salário dos profissionais do porto não é sempre o mesmo, visto que varia conforme os valores estimados na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), referente a jornada de 6h diárias. Segundo a tabela, os trabalhadores recebem entre R$ 259,65 a R$ 406,14 diariamente. Outro ponto importante é que a remuneração se dará de duas maneiras: de acordo com a produtividade conquistada, ou por salário dia em situações de comparecimento, efetiva escalação e quando o valor da produção não atingir a quantia mínima.

Acerca da remuneração, Ivone comenta: “As perspectivas de ganhos compensam as inúmeras atribuições, pois o trabalhador portuário avulso multifuncional – cadastrado, havendo demanda – e sempre há –, pode, inicialmente, chegar a ganhar mensalmente mais de R$ 5 mil e, mais adiante, chegar a ter ganhos que superam R$ 15 mil mensais.”

Quanto ao processo seletivo, serão aplicadas provas objetivas em 13 de março, com conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Língua Inglesa e Informática. Haverá, também, Teste de Aptidão Física, avaliação psicológica, exame médico e curso de formação durante dois meses. 

Vínculo de trabalho após o concurso

Depois da aprovação em todas as fases do concurso, o candidato será cadastrado no Ogmo como trabalhador portuário avulso e será chamado para atuar no Porto em Vitória ou em Aracruz, ambos no Espírito Santo. Como há regime jurídico próprio dos funcionários deste cargo, não possuem vínculo empregatício.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes