1. Início
  2. / Energia Renovável
  3. / Multinacionais Shell e Gerdau anunciam acordo para a construção de um parque solar em Minas Gerais em 2023. Parte da energia produzida será destinada à produção de aço
Localização MG Tempo de leitura 3 min de leitura

Multinacionais Shell e Gerdau anunciam acordo para a construção de um parque solar em Minas Gerais em 2023. Parte da energia produzida será destinada à produção de aço

Escrito por Roberta Souza
Publicado em 07/02/2022 às 19:17
parque solar - gerdau - shell
Foto: Reprodução Google Imagens

O parque solar construído através da joint venture entre Shell e Gerdau terá capacidade de aproximadamente 260 MWp

A Shell e a Gerdau formaram uma joint venture na qual ambas as empresas possuem participação igualitária, para a construção de um parque solar em Minas Gerais em 2023. Ainda é necessária a aprovação das autoridades brasileiras. O parque solar criado pelas empresas Shell e Gerdau deverá ter capacidade de cerca de 260 MWp, e aproximadamente metade da energia produzida no parque solar será destinada à produção de aço da Gerdau. A outra metade será negociada no mercado livre através da comercializadora da empresa Shell.

Leia também:

De acordo com o Broadcast, a parceria entre a Shell e a Gerdau viabilizará o desenvolvimento de cerca de um terço da capacidade total do parque solar. A Shell estará buscando clientes como autoprodutores a longo prazo.

O diretor de Renováveis e Soluções de Energia da Shell Brasil, Guilherme Perdigão, afirma que, com a criação do parque solar, a empresa está dando um passo importante na construção de um portifólio robusto em energias renováveis no Brasil, reforçando a diversificação dos negócios da Shell, com o intuito de prover mais energia e cada vez de forma mais limpa.

No ano passado, a Shell firmou o compromisso de zerar as emissões líquidas de carbono até 2050, a meta da empresa é reduzir pela metade as emissões absolutas até 2030, em comparação ao ano de 2016.

A Gerdau também tem o compromisso de reduzir as emissões de gases do efeito estufa para 0,83 t de gás carbônico por tonelada produzida de aço, metade do valor da média das indústrias de aço, que é de 1,89 t de gás carbônico por tonelada de aço.

Conheça a Gerdau e a Shell

A Shell está no Brasil desde 1913 com o objetivo de atender as demandas energéticas de seus clientes, atuando com responsabilidade para a economia, a sociedade e o meio ambiente. A empresa conta com 900 funcionários só no Brasil, tendo sua sede localizada no Centro do Rio de Janeiro e conta com uma unidade fabril na Ilha do Governador.

A Gerdau é a maior empresa do país na produção de aço e também uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, a Gerdau também produz aços planos e minérios de ferro, atividades que expandem o mix de produtos que são ofertados ao mercado e também a competitividade das operações.

Projeto desenvolvido no Amazonas promete energia solar barata, renovável e de baixo custo para moradores de áreas remotas

Um projeto no Amazonas está analisando a possibilidade do desenvolvimento de uma fonte à base de luz solar que poderá levar energia solar barata e limpa para áreas remotas, tendo em vista que não é necessário cabeamento. O estudo, que é apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) através do Programa Amazônidas, tem o intuito de adquirir dispositivos fotovoltaicos capazes de transformar a luz solar em energia limpa, além de caracterizar e preparar diversos nanomateriais utilizados na produção desses painéis como, por exemplo, pontos quânticos, óxidos semicondutores nanocristalinos, pontos de carbono e grafeno. Para conferir esta matéria na íntegra, clique aqui.

Roberta Souza

Engenheira de Petróleo, pós-graduada em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos

Compartilhar em aplicativos