A maior rede de postos de combustíveis do agronegócio brasileiro vai instalar unidade no Paraná; complexo contempla um megaprojeto para atender as necessidades dos caminhoneiros e viajantes

Flavia Marinho
por
-
27-07-2021 16:43:57
em Logística e Transporte
combustíveis - caminhoneiros - posto - preço - pneu - lona - caminhão - carro - moto Imagem: Parada Vendrami

Haverá lojas de pneus, lonas, conveniências, restaurante, central de reparos, estacionamento para caminhões, ônibus, carros e motos, entre outros serviços 

A Parada Vendrami, centro comercial que está sendo construído na rota agrícola da BR- 376 – em Ponta Grossa (PR), para atender viajantes e caminhoneiros que fazem o transporte das principais empresas do setor do agronegócio, acaba de fechar parceria com o Grupo Kurujão, considerada a maior rede de postos de combustíveis do agronegócio brasileiro, sendo que suas unidades estão localizadas nos estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo e agora Paraná.

Leia também

A Parada Vendrami (com posto, central de cargas e centro comercial) possui 42.600 metros quadrados de área total e terá mais de 5.000 metros quadrados de área construída. Está estrategicamente dentro do Distrito Industrial de Ponta Grossa (o maior do interior do estado), distante 95 km de Curitiba e 190 km de Paranaguá.

Veja abaixo o megaprojeto que irá atender as necessidades dos caminhoneiros e viajantes

Parada Vendrami será administrada como um shopping, com manutenção, segurança e iluminação

O complexo contempla um megaprojeto pensado para atender a todas as necessidades dos viajantes e caminhoneiros. Haverá ali lojas de pneus, lonas, acessórios, conveniências, restaurante, central de reparos, estacionamento para 215 caminhões (ou mais de 80 bitrens), 5 ônibus, 210 carros e 20 motos, entre outros serviços – tudo em um só lugar. Além disso, a Parada Vendrami contará com uma Central de Cargas com 20 escritórios comerciais para transportadoras, seguradoras, cooperativas e empresas que prestam serviços aos profissionais da estrada. Todas estas áreas serão alugadas para os empreendedores montarem seus negócios.

“O Paraná estava no nosso radar há algum tempo e veio ao encontro do que queríamos. É uma região de economia alta e estaremos perto de grandes transportadoras. Acreditamos muito na parceria com a Parada Vendrami”, diz Douglas Reis, presidente do Grupo Kurujão, que possui uma história de 30 anos, 124 postos de combustíveis ativos pelo Brasil e outros 11 em construção.

“A Parada Vendrami será administrada como um shopping, com manutenção, segurança e iluminação. Todos os empreendedores compartilham da mesma estrutura e dividem custos, podendo focar exclusivamente em suas atividades. Então será o melhor custo operacional para instalar um negócio na estrada”, destaca Vinicius Vendrami Malucelli, sócio no projeto com seu irmão Antonio Vendrami Malucelli.

Mais de 20 mil veículos entre caminhoneiros e viajantes transitam todos os dias pela rodovia onde a obra está sendo construída

Os empresários esperam um grande movimento, afinal, mais de 20 mil veículos transitam todos os dias pela rodovia onde a obra está sendo construída. Vale lembrar, também, que está na rota do agronegócio – 24% de toda a produção de soja, milho e farelo de soja passa em frente à Parada Vendrami – e do turismo, sendo o principal entroncamento rodoviário do Sul. “É um local estratégico e que oferecerá um amplo atendimento. Em uma única parada o caminhoneiro poderá resolver várias questões, como: conseguir um frete, abastecer o veículo, adquirir acessórios, comprar um pneu, alimentar-se e descansar”, destaca Vinicius.

O nome do empreendimento é uma homenagem ao avô dos sócios, o senhor Antônio Vendrami, que fez o primeiro empreendimento no local há 40 anos. “E nós víamos, há muitos anos, que não havia empreendimentos modernos na estrada. Como Ponta Grossa é um ponto logístico extremamente importante para o Brasil, resolvemos criar a Parada Vendrami”, conta Vinicius. “Quando resolvemos iniciar este projeto, decidimos optar por algo inovador, diferente, como as paradas que existem nos Estados Unidos e na Europa.”

Agora que o cenário da pandemia ficou mais claro, parte-se para a conclusão da Parada Vendrami, cuja inauguração está prevista para maio do próximo ano.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe