Volkswagen fará uma terceira parada na produção da fábrica de Taubaté, no Vale do Paraíba, por falta de suprimentos para fabricação dos modelos Gol e Voyage

Valdemar Medeiros
por
-
19-08-2021 13:08:10
em Indústria e Construção Civil
Gol - Voyage - Volkswagen - fábrica - Taubaté VW Taubaté suspende produção de novo por falta de peças – créditos: Mobiauto

Devido a uma segunda onda de Covid-19 na Malásia, Volkswagen paralisará boa parte das produções em sua fábrica de Taubaté pela terceira vez, prejudicando as vendas do Gol e Voyage

A multinacional Volkswagen fará uma terceira paralisação da fábrica de Taubaté, no Vale do Paraíba, por falta de equipamentos para produção dos modelos Gol e Voyage. O motivo da vez é a Covid-19, porém não na cidade paulista e sim na Malásia, muito longe daqui, onde uma nova onda do vírus fez com que o país declarasse lockdown.

Leia também

Fábrica de Taubaté ficará suspensa por 10 dias

Devido ao lockdown, a produção de componentes eletrônicos, que são utilizados na produção do Gol e Voyage, foi suspensa por lá, afetando o abastecimento de chips para a fábrica da Volkswagen em Taubaté, aqui no Brasil.

O fechamento dos portos da Malásia, país que possui dois territórios divididos pelo Mar da China Meridional, impede que os componentes sejam exportados à outros países, mesmo que sejam produzidos. Sendo assim, a fábrica da Volkswagen em Taubaté ficará com as produções do Gol e Voyage suspensas por 10 dias, a partir do dia 30 desse mês, de acordo com o que foi informado pelo sindicato local.

Terceira paralisação da fábrica de Taubaté só este ano

A fábrica ficou parada por falta de chips semicondutores entre 7 e 16 de junho. Logo depois ficou paralisada entre os dias 2 e 12 de julho. Nessa segunda parada a Volkswagen emitiu uma nota de esclarecimento sobre o motivo da paralisação da fábrica.

De acordo com a multinacional, a escassez de chips semicondutores leva a diversos gargalos de fornecimento em várias indústrias globais e acabou gerando problemas no abastecimento da indústria automotiva no mundo todo durante este ano. O resultado da ausência dos chips seria as diversas transições em todo o setor da produção de veículos, o que também impacta nas marcas da Volkswagen.

No ABC, a Volkswagen mantém um turno em atividade e concedeu férias coletivas para os outros, já na unidade de São Carlos e São José dos Pinhais, operam apenas com um período de trabalho.

Sendo assim, a oferta de modelos Gol e Voyage continuará reduzida no mercado de automóveis, assim como outros modelos da montadora que caiu de segundo para terceiro lugar no ranking de vendas do mês passado, ultrapassada pela Toyota. Já em São Bernardo do Campo, a multinacional produz os modelos Saveiro, Virtus, Polo e Nivus, enquanto o Fox e T-Cross saem do Paraná.

Volkswagen remove central multimídia do Fox devido à falta de chips

A central de multimídia, que também é utilizada no Gol, foi retirada do Fox por conta da crise de semicondutores. O componente trazia uma tela sensível ao toque e compatibilidade com o Apple Car Play e Android Auto, sendo uma das melhores opções do mercado.

No lugar do componente, não virá nem mesmo um rádio simples, apenas uma tampa preta de plástico. Apesar do veículo vir sem seu principal atrativo, ele também chegará nas lojas com um desconto de R$ 1.560. Sendo assim suas duas versões, Connect e Xtreme, chegarão nos preços de R$ 61.690 e R$ 67.430, respectivamente.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe