Você se candidata a inúmeras vagas de emprego e nada acontece? Talvez essa matéria possa te ajudar!

Roberta Souza
por
-
23-04-2020 20:10:08
em Vagas de Emprego
vagas de emprego, dicas vagas de emprego, dicas

Segundo publicações de Eduardo Felix, especialista em recursos humanos, antes de clicar em “enviar candidatura” algumas medidas e cuidados devem ser tomados. A atualização de dados é sem dúvidas a principal delas. Será que o seu currículo está atualizado? Será que ele possui as informações certas?

Veja ainda outras notícias:

A seguir você confere algumas dicas do especialista, que tem como exemplo o site de oportunidades “vagas.com”, mas que servem para qualquer outra plataforma.

Você se cadastra no site Vagas.com e nunca foi chamado para entrevistas ou raramente é?

Veja algumas coisas que podem estar faltando:

1 – Atualização Quando fez a última? Dica: digite um ponto. Atualize. Apague. Atualize. Pronto! Quando? Uma vez por dia é suficiente.

2 – Não adianta atualizar se não tem as palavras-chave necessárias para vaga que busca.

3 – Onde encontrar essas palavras? Digite no Google Mapa Vagas de Carreiras. Digite seu cargo da forma que mais se repete nas buscas. Exemplo: Recepcionista.

4 – Mostre nas suas experiências o que é relevante para a vaga. Como? Veja seu histórico de candidaturas. Abra um documento no Word. Copie as 50 últimas vagas. Veja os padrões de repetições de frases: você irá utilizá-los na descrição das suas funções.

5 – Concordância entre a sua experiência profissional e as vagas que se candidata. Gerente há 10 anos querendo ser analista? Assistente há 1 ano querendo ser supervisor? São exemplos clássicos, mas há outros. Pense: currículo não é panfleto!

6 – Nada de F5 o dia todo. Horário para começar e terminar a busca no Vagas. Uma vez por dia é suficiente.

7 – Telefone ou e-mail digitados de forma errada? Mudaram? Atenção!

8 – Pretensão salarial: site Glassdoor. Aprenda a distribuir por faixas: de 1k a 2k.

Dicas de ouro para entrevista de emprego

1 – Aprenda a ler a descrição da vaga. Sugestão: corte os verbos que introduzem uma função e vá direto ao ponto: Ex: planejar, executar e acompanhar (corta!) as atividades de capacitação de pessoas em conhecimentos de produtos. Você já sabe o que irá fazer? Treinamento.

2 – Aprenda a fazer inferências. Muitas perguntas saem da própria descrição da vaga. No exemplo acima, podem perguntar de diversas formas situações nas quais você tenha treinado pessoas = capacitação.

3 – Ensinaram-te a utilizar a metodologia STAR ou CAR e não sabe como utilizar? Agora sabe: seus exemplos devem ser baseados na descrição da vaga – sempre!

4 – Imagine que você concorra ao cargo de Amélia Sr. e que saiba lavar, passar e cozinhar, mas a vaga só pede para que o candidato saiba lavar e passar. Se o entrevistador não perguntar e não houver na descrição algo sobre cozinhar, então se eu cozinho não interessa.

5 – E se a vaga tem a descrição muito técnica? Provavelmente a entrevista irá pelo mesmo caminho.

6 – Saiba também inferir pontos fortes e fracos que vai levar para entrevista. No exemplo, qual é o principal ponto forte para quem ministra treinamentos? Comunicação – não é apenas falar, ok?

7 – Faça planilhas das suas candidaturas.

Boa sorte!

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe