Tupy, multinacional brasileira do setor metalúrgico, está trabalhando no desenvolvimento de um motor movido a hidrogênio

Valdemar Medeiros
por
-
19-07-2021 11:56:56
em Indústria e Construção Civil
Tupy - multinacional -hidrogênio - motor - metalúrgico Fábrica da Tupy – Foto: Carlos Júnior, Divulgação

Tupy, uma multinacional brasileira, fechou uma parceria com a Westport Fuel e AVL List para o desenvolvimento de um motor movido a hidrogênio voltado para atividades de transporte de cargas

A Tupy, uma multinacional brasileira da área de metalurgia, está desenvolvendo um motor de combustão interna movido a hidrogênio voltado para atividades no transporte de cargas. O projeto está sendo trabalhado em parceria com a Westport Fuel Systems, uma líder global em combustíveis alternativos e a AVL List, uma das maiores empresas independentes do mundo em simulação e testes na indústria automotiva.

Leia também

Motor de hidrogênio da Tupy trará diversas vantagens

Especialistas apostam alto no hidrogênio como uma fonte para aplicações no transporte de cargas, tendo em vista que ele traz diversos benefícios como a emissão zero de carbono, a possibilidade de ser reabastecido de forma rápida e também de ser utilizado para alimentar células de combustível e motores a combustão interna.

Além de todas essas vantagens, o hidrogênio poderá permitir o uso de tecnologias já existentes, podendo ser fundamental para garantir o seu custo acessível para caminhões e ônibus que percorrem longas distâncias.

Objetivo das empresas com o projeto novo projeto do motor movido a hidrogênio

As empresas Tupy, Westport e a AVL trabalharão na criação de um sistema de injeção direta de alta pressão, um componente que precisa de tecnologias e materiais de fundição e de usinagem superiores, que são a especialidade da Tupy.

A parceria tem como objetivo a redução no consumo de combustível dos motores atuais, que já utilizam hidrogênio, e consequentemente aumentar sua eficácia. A AVL concluiu com sucesso o trabalho do motor AVL HydrogenEngine com o apoio da Universidade de Tecnologia de Graz, na Áustria, no início do ano.

Já a Westport realizou testes em veículos pesados usando hidrogênio e um sistema de injeção de alta pressão, que tiveram sucesso. Segundo a multinacional brasileira, os primeiros resultados do motor estão previstos para o próximo ano.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.