Sinduscon faz apoio ao Projeto de Lei que visa a criação de um banco de materiais da construção civil para obras voltadas para famílias carentes em Balneário Camboriú

Ruth Rodrigues
por
-
30-04-2022 09:10:00
em Indústria e Construção Civil
Após a divulgação do projeto de lei que pode instituir um banco de materiais da construção civil em Balneário Camboriú para serem utilizados em obras para famílias em situação de vulnerabilidade, o presidente do Sinduscon demonstrou apoio à iniciativa Foto: urfinguss/iStock




Após a divulgação do Projeto de Lei que pode instituir um banco de materiais da construção civil em Balneário Camboriú para serem utilizados em obras para famílias em situação de vulnerabilidade, o presidente do Sinduscon demonstrou apoio à iniciativa

O Projeto de Lei da vereadora Juliana Pavan para a criação de um banco de materiais da construção civil abastecido por doações para famílias carentes conseguirem realizar obras em suas residências, agora conta com o apoio do Sindicato da Indústria da Construção Civil, o Sinduscon. Onde nessa última quinta-feira, (28/04), o presidente do órgão ser um dos grandes apoiadores para que tal projeto siga adiante. 

Banco de materiais da construção civil em Balneário Camboriú poderia abrir portas para obras nas residências de diversas famílias carentes e Sinduscon aprova iniciativa 

Uma das maiores dificuldades encontradas nas famílias mais carentes quanto à infraestrutura de suas residências é ter capital necessário para realizar obras de reformas nos locais. Assim, a vereadora Juliana Pavan apresentou um Projeto de Lei em Balneário Camboriú que tem como objetivo fomentar a criação de um banco de materiais da construção civil que seria um apoio para essas famílias conseguirem os recursos necessários e engatarem obras dentro de suas residências. 

Artigos recomendados

Assim, o objetivo principal do banco de materiais da construção civil é receber doações desses materiais e, principalmente, receber resíduos e rejeitos de outras obras na cidade que ainda podem ser reutilizados em projetos futuros. Dessa forma, a vereadora pretende encontrar parcerias com as empresas do ramo da construção civil para repassar as sobras de materiais, para assim conseguir possibilitar um maior desenvolvimento dessas residências e, consequentemente, uma qualidade de vida mais digna para essas famílias em estado de vulnerabilidade.

Dessa forma, a integração com o Sinduscon é fundamental, uma vez que o órgão poderia auxiliar na intermediação com as construtoras para a implementação do projeto na cidade e, com isso, atrair mais e mais investidores e colaboradores para levar essa iniciativa adiante. O Sinduscon é um órgão que possui milhares e milhares de empresas associadas a ele e, com o apoio mínimo ao Projeto de Lei da vereadora, a cidade de Balneário Camboriú poderia conseguir algumas dessas empresas para a realização de doações de materiais a serem utilizados nesse projeto da construção civil.

Presidente do Sinduscon demonstra seu apoio ao Projeto de Lei do banco de materiais da e se dispõe a colaborar com a vereadora na iniciativa

Após a divulgação do Projeto de Lei da vereadora nesta semana e o apelo feito ao sindicato por meio dela, o presidente do Sinduscon se mostrou muito favorável à iniciativa e afirmou que ela é muito válida e uma contribuição de extrema importância para comunidade de baixa renda, além de que visa também atender as necessidades das empresas da construção civil, uma vez que as parcerias também poderiam trazer benefícios para essas companhias. 

Assim, o presidente Nelson Nitz comentou sobre a necessidade de mais projetos como o do banco de materiais para obras de famílias carentes e afirmou que “Somos favoráveis ao projeto que precisa de total atenção e estudo na sua operacionalização para que efetivamente possa ser colocado em funcionamento”. Já a vereadora Juliana Pavan agradeceu o apoio oferecido pelo Sinduscon e comentou que “O apoio do Sinduscon, é fundamental para a criação da lei, agradeço em nome da população que será beneficiada com a recepção e disponibilidade para contribuir com a causa, através dos seus associados”.

Agora, a vereadora aguarda a votação do Projeto de Lei na Câmara dos Deputados e, se tudo sair como o esperado, novas parcerias futuras com o Sinduscon para tornar o banco de materiais da construção civil ainda mais viável.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.