Início Petrobras e Equinor dão início a recuperação de petróleo em poços brasileiros para expansão na produção de combustível

Petrobras e Equinor dão início a recuperação de petróleo em poços brasileiros para expansão na produção de combustível

29 de abril de 2022 às 18:08
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Dois poços iniciais do projeto de recuperação de petróleo da Petrobras e da Equinor já estão começando com os serviços de perfuração e as empresas esperam um grande aumento na produção diária de barris com a iniciativa
Fonte: Petrobras/Divulgação




Dois poços iniciais do projeto de recuperação de petróleo da Petrobras e da Equinor já estão começando com os serviços de perfuração e as empresas esperam um grande aumento na produção diária de barris com a iniciativa

A Petrobras e a Equinor anunciaram recentemente, o início da produção dos dois primeiros poços do projeto de aumento de recuperação de petróleo em Roncador. Até essa sexta-feira, (29/04), acredita-se que a iniciativa levará quase cinco meses para tornar o incremento na produção diária de barris do combustível ainda maior, uma vez que esse processo torna possível recuperar boa parte do que seria descartado da matéria-prima. 

Projeto de recuperação de petróleo da Equinor e da Petrobras é iniciado e os dois primeiros poços já estão operando para garantir um incremento na produção da matéria-prima 

As empresas Petrobras e Equinor se uniram para desenvolver uma nova iniciativa que visa incrementar a produção de petróleo e tornar ainda mais eficiente a exploração do recurso no território nacional. Assim, o início da produção dos dois primeiros poços do projeto de aumento de recuperação de petróleo marca um grande avanço para que as empresas consigam esses resultados ao longo dos próximos meses com a perfuração de ainda mais poços no Brasil. 

Além disso, a Equinor anunciou que, com o início da produção nos dois primeiros poços, o projeto de recuperação de petróleo já está adiantado em quase cinco meses e conta atualmente com uma redução pela metade dos custos projetados pela companhia e pela Petrobras. Com essa nova iniciativa, os poços passam a adicionar cerca de 20 mil barris de óleo equivalente por dia a Roncador, elevando a produção diária para aproximadamente 150 mil barris, além de contribuir para a sustentabilidade no local, uma vez que o processo reduz a emissão de gases poluentes na atmosfera.

Essa é apenas a primeira fase do projeto de recuperação do combustível e, além desses dois poços já perfurados, a Equinor e a Petrobras irão realizar a perfuração de mais 18 poços ao longo dos próximos meses, como forma de acelerar ainda mais o projeto. Com isso, as companhias terão recursos suficientes para incrementar em até 160 milhões de barris a produção, uma vez que a recuperação do petróleo garantirá que esse recurso seja totalmente aproveitado dentro da cadeia produtiva desses locais. 

Seis primeiros poços terão 50% do custo reduzido na perfuração e companhias comemoram início positivo do projeto no Brasil 

A Petrobras se uniu à Equinor para garantir mais eficiência tecnológica dentro dessas operações e, com a adoção de uma tecnologia de ponta e melhorias na infraestrutura dos poços, os 6 primeiros que passarão pelo processo de perfuração terão um custo total das obras reduzido em até 50%. Além disso, os dois primeiros já contaram com essa economia nos gastos e as empresas agora avançam em busca de mais tecnologias para o restante da iniciativa. 

Assim, Veronica Coelho, gerente da Equinor para o Brasil, comemorou o projeto e afirmou: “Estamos muito orgulhosos do que a parceria entre Petrobras e Equinor alcançou, entregando este projeto antes do prazo e abaixo do orçamento. Esse marco demonstra a capacidade da parceria de aumentar a produção e o valor por meio da tecnologia. A Petrobras aproveitará sua experiência como uma das maiores operadoras de águas profundas e desenvolvedores do pré-sal do mundo e a Equinor aproveitará sua tecnologia, conhecimento e décadas de experiência em IOR na plataforma continental norueguesa ”

Por fim, as empresas anunciaram que as projeções do projeto visam aumentar os recursos recuperáveis em um total de 1 bilhão de barris de petróleo equivalente e que esses números deverão ser ainda mais expandidos até o fim da iniciativa.


Relacionados
Mais recentes