R$ 2,1 bilhões é aprovado pelo BNDES, para plano de investimentos da Equatorial Energia, nos Estados do Maranhão e Pará

Roberta Souza
por
-
04-01-2021 17:41:06
em Economia, Negócios e Política
BNDES, energia, Maranhão, Pará Equatorial Energia

O financiamento liberado à Equatorial Energia pelo BNDES, serão para a Equatorial Maranhão Distribuidora de Energia e Equatorial Pará

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, aprovou o financiamento solicitado pela Equatorial Energia, no valor de R$ 2,250 bilhões. O investimento será destinado ao plano de investimentos para os anos de 2021 a 2023, nas controladas Equatorial Maranhão Distribuidora de Energia e Equatorial Pará Distribuidora de Energia.

Confira ainda outras notícias do dia:

O montante do financiamento liberado pelo BNDES, será 750,8 milhões de reais à controlada do Maranhão e 1,4 bilhão de reais ao Pará. A carência será até dezembro de 2023 e prazo total de 20 anos ao custo de IPCA + 4,08% ao ano.

A Equatorial Energia informou em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que “Os próximos três anos de investimentos das companhias contam com financiamento aprovado pelo banco”.

O financiamento será utilizado para expansão do sistema de distribuição, combate às perdas de energia, melhoria da qualidade do fornecimento, ampliação da base de clientes e aprimoramento da operação do sistema de energia elétrica.

Sobre a Equatorial Energia:

A Equatorial Energia é uma holding que controla as distribuidoras de energia Equatorial Energia Alagoas (Alagoas), Cemar (Maranhão), Celpa (Pará) e Cepisa (Piauí). Além disso, tem importante participação no capital da Termoelétrica Geramar.

A empresa nasceu com a denominação de Brisk Participações S.A. “Companhia” e foi constituída em 16 de junho de 1999 pela PPL Global LLC., inicialmente, para participar do leilão de privatização da Companhia Energética do Maranhão-CEMAR que foi privatizada no dia 15 de junho de 2000 em decorrência do então Programa Nacional de Desestatização, conhecido também pela sigla “PND” implementado pelo Governo Brasileiro a partir das gestões de Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos