Prosafe terá mais operações com a Petrobras até 2021

Paulo Nogueira
por
-
09-11-2020 07:09:26
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras Prosafe Safe Notos 2021 contrato

A Prosafe, fornecedora de plataforma de acomodação offshore, assinou uma extensão de contrato com a Petrobras para o fornecimento da embarcação semissubmersível Safe Notos para segurança e suporte de manutenção offshore no Brasil.

O período firmado original de três anos e 222 dias entre a Petrobras e a Prosafe deveria ser concluído em julho de 2020 para o Safe Notos, mas a extensão resultará em operações até meados de novembro de 2021, explicou a norueguesa nesta segunda-feira(09). Veja o processo de negociação com a estatal aqui.

A extensão do contrato permite até 30 dias para inspeções de renovação de classe de cinco anos. O valor total da alteração do contrato, incluindo a extensão, é de aproximadamente US $ 28,7 milhões.

O Safe Notos, um navio semissubmersível de segurança e manutenção de ambiente hostil, tecnologicamente avançado e dinamicamente posicionado (DP3), pode acomodar até 500 pessoas.

Além de uma área de convés aberta de grande capacidade e passarela telescópica, o Safe Notos fornece à Petrobras capacidade de levantamento de 300 toneladas.

Jesper Kragh Andresen, CEO da Prosafe disse: “A Prosafe está satisfeita por ter sido firmado um acordo para estender o Safe Notos ao longo de quase todo o ano de 2021 a uma taxa premium em comparação com leilões recentes. O Safe Notos teve um desempenho extremamente bom desde o início das operações com a Petrobras em dezembro de 2016, e estamos ansiosos para a continuidade das operações ”.

Para lembrar, a Petrobras em julho de 2016 substituiu um contrato para a unidade Safe Eurus com Safe Notos e concordou em um início de contrato antes do planejado.

O contrato original foi prorrogado da duração original de três anos por mais 222 dias.

De acordo com este acordo, o contrato teve início no 4ª trimestre de 2016 ao invés do 1ª trimestre de 2017 conforme planejado originalmente.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.