Projetos de Bacalhau, da Equinor, e Búzios 5, da Petrobras demandarão cerca de 11 árvores de natal molhadas (ANM)

Flavia Marinho
por
-
14-01-2021 11:27:35
em Petróleo, Óleo e Gás
ANM - árvores de natal molhadas ANM – árvores de natal molhadas

A demanda pelas árvores de natal molhadas (ANM) poderá atingir 1290 unidades até 2025, o que garante uma média de aproximadamente 260 unidades anuais.

Neste ano, cerca de 11 árvores de natal molhadas (ANM) serão encomendadas por petroleiras que operam no Brasil, informam as previsões da empresa de consultoria Westwood. Brasil terá investimento bilionário em atividade exploratória de petróleo offshore e onshore, neste ano de 2021

Leia também

Segundo a consultora, os principais projetos no Brasil que precisarão deste tipo de equipamento no primeiro trimestre de 2021, serão: Bacalhau, da Equinor, e Búzios 5, da Petrobras.

Expectativa da demanda de árvores de natal molhadas (ANM) a nível mundial

Em termos mundiais a demanda pode alcançar 224 unidades, se considerado o preço do barril Brent na casa dos US$ 50, diz Westwood.

Falando globalmente, a Westwood diz que a demanda pelas ANM pode totalizar até 224 unidades, levando em consideração o preço do barril Brent na casa dos US$ 50. Das 224 unidades, 137 árvores de natal molhadas (ANM) são consideradas pela Westwood como firmes, 51 como prováveis e 32 como possíveis.

A nível global, no ano que passou, foram encomendadas 153 árvores de natal molhadas pela industria de óleo e gás, o que representa uma baixa de 33% na comparação com o ano de 2019.

Westwood acredita que as projeções de médio prazo, até 2025, a demanda pelos equipamentos poderá atingir 1290 unidades, o que garante uma média de aproximadamente 260 unidades anuais.

Dos quais, 43% serão proveniente da demanda de projetos da América Latina, por conta da evolução de projetos do pré-sal e no bloco Stabroek, na Guiana.

Entenda como funciona uma árvore da Natal molhada (ANM)

A ANM mais utilizada na prospecção de petróleo no Brasil e no mundo é chamada de convencional ou vertical. Ela é encaixada na cabeça do poço e conectada a uma base adaptadora de produção (BAP), um conjunto que suporta as linhas de controle e de fluxo, diretamente conectada ao poço. Já a ANM é um bloco forjado em uma liga metálica especial, com diversas válvulas manuais e hidráulicas, com a função de controlar principalmente a pressão dos líquidos na saída do poço.

Já a árvore de Natal molhada horizontal opera de forma similar, mas tem como principal característica a eliminação da necessidade de uma base adaptadora de produção. Nessa modalidade, a própria ANM atua como essa base e suas válvulas são montadas na lateral.

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.