Prio – Uma das maiores produtoras de biocombustíveis anunciou o lançamento de um combustível verde para navios com 15% de incorporação de biodiesel

Valdemar Medeiros
por
-
16-11-2020 13:39:56
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Prio - Biocombustíveis - biodiesel Centro de produção da Prio

A produtora portuguesa PRIO lançou uma nova mistura de biocombustíveis para a indústria naval, os navios não poluirão mais o meio ambiente com o uso do biodiesel segundo a empresa

O novo produto da PRIO contém 15% de biodiesel feito de resíduos de processos de reciclagem de matéria-prima, produzidos em sua fábrica de Aveiro, segundo a empresa os biocombustíveis estarão disponível em todos os portos portugueses e em breve nos portos brasileiros.

Leia também

Produtora de biocombustível afirma que os navios poderão usufruir de combustíveis de qualidade nos próximos anos

“Como no setor automotivo, a partir de agora os navios também poderão abastecer-se com combustível de qualidade, o que permitirá reduzir drasticamente as emissões de CO2 e também o consumo”, disse Luís Nunes , diretor da PRIO Abastecimento, em comunicado .

“Ao continuar investindo em biocombustíveis, trazendo-os para o transporte marítimo, mostramos nosso compromisso não só com a inovação no mercado de biodiesel, mas também com a sustentabilidade”.

Eco Bunkers

A Prio vai lançar o Eco Bunkers, um combustível verde para navios com 15% de incorporação de biodiesel, desenvolvido a partir de processos de reciclagem de matérias-primas residuais, produzido na fábrica de biodiesel da Prio, em Aveiro.

Segundo a Prio, o Eco Bunkers, para além de permitir reduzir até 18% de emissões de CO2, permite também uma redução de consumo até 5%. “Trata-se, portanto, de um combustível que alia qualidade, poupança e sustentabilidade, ao fomentar uma economia circular reciclando resíduos que de outra forma teriam um alto custo de tratamento”, destaca a empresa.

Sobre a Prio

A PRIO é a maior produtora de biocombustíveis em Portugal e a terceira maior produtora europeia de biodiesel a partir de matérias-primas residuais. Para assegurar o escoamento desses biocombustíveis, opera e abastece uma rede de mais de 250 estações de serviço de Norte a Sul de Portugal, nas quais oferece, para além dos combustíveis líquidos convencionais, carregamento para veículos elétricos e abastecimento de veículos a Gás (GPL Auto). Para assegurar a sua competitividade nos combustíveis líquidos e no GPL, a PRIO opera um terminal de armazenagem e logística primária independente em Aveiro, através da qual se pode abastecer no mercado internacional.

Para assegurar o abastecimento da sua fábrica de biodiesel no mercado nacional, a PRIO coordena a recolha de óleos alimentares usados e de outras matérias-primas residuais em mais de 600 pontos de recolha em Portugal.

A PRIO tem uma posição de destaque na mobilidade elétrica, pelos seus mais de 10 anos de experiência e mais de 150 pontos de carregamento. No gás de garrafa, tem hoje uma rede de mais de 2.000 pontos de venda. Está ainda a iniciar a sua expansão para Espanha, onde opera já 2 estações de serviço. Tem base de operação e produção 100% Portuguesas e tem tripla certificação QSA (Qualidade, Segurança e Ambiente) para a fábrica de biodiesel e para o parque de tanques.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.