Início Porto Ponta do Félix irá realizar a exportação de até 120 mil toneladas de carga de pellets de madeira para os portos do mercado europeu

Porto Ponta do Félix irá realizar a exportação de até 120 mil toneladas de carga de pellets de madeira para os portos do mercado europeu

26 de abril de 2022 às 21:39
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O mercado da Europa utiliza os pellets de madeira como insumo para diversas ocasiões cotidianamente e, por isso, o Porto Ponta do Félix espera uma movimentação de até 120 mil toneladas da exportação da carga para os portos do continente
Foto: Terminais Portuários da Ponta do Felix (TPPF)/Divulgação




O mercado da Europa utiliza os pellets de madeira como insumo para diversas ocasiões cotidianamente e, por isso, o Porto Ponta do Félix espera uma movimentação de até 120 mil toneladas da exportação da carga para os portos do continente

A administração do Porto Ponta do Félix, localizado no estado do Paraná, comentou sobre as expectativas para a exportação de pellets de madeira para o mercado europeu. Até essa terça-feira, (26/04), o esperado é que ocorra uma movimentação de até 120 mil toneladas da carga em 2022 para os portos do continente, em razão da alta demanda da Europa para a utilização do insumo.

Exportação de pellets de madeira poderá crescer consideravelmente no ano de 2022 e o Porto Ponta do Félix projeta uma exportação de até 120 mil toneladas da carga

A cidade de Antonina, no estado do Paraná, foi a grande escolhida para operações envolvendo a exportação de pellets de madeira à granel e, com isso, os portos do estado serão beneficiados com uma movimentação da carga de forma ainda não vista anteriormente e o Porto Ponta da Félix será o grande destaque na exportação do produto para o mercado da Europa ao longo de todo o ano de 2022. 

Artigos recomendados

Assim, a administração do Porto Ponta da Félix espera um total de 120 mil toneladas que devem passar pelo porto e passar pelo processo de exportação, totalizando nove navios até o fim do ano. Além disso, essa carga, que até então era exportada por contêineres, está sendo embarcada pelo método bulk, com custos operacionais menores, o que torna as operações ainda mais eficientes e benéficas para o complexo portuário, chegando aos portos do continente europeu de forma segura e rápida. 

A produção dos pellets de madeira acontece no estado de Santa Catarina e, após o processo de exportação, a carga irá ser desembarcada nos portos da Itália com destino à Dinamarca, onde será utilizada como insumo em sistemas de calefação, um sistema altamente comum nas residências e comércios do continente europeu. Além disso, o Porto Ponta da Félix já estava de olho nas operações de exportação e a primeira aconteceu ainda no ano de 2021, com mais de 15 mil toneladas da carga sendo levadas para os portos da Europa. 

Pellets de madeira estão sendo cada vez mais demandados na Europa e o Porto irá expandir infraestrutura para a exportação da carga durante o ano de 2022

Os pellets de madeira são, atualmente, considerados fortes recursos energéticos, e são formados por resíduos de biomassa vegetal, como a maravalha de madeira, a serragem, o bagaço de cana-de-açúcar, entre diversos outros. Assim, o continente europeu utiliza a carga cotidianamente em lareiras e sistemas de aquecimento, evitando o uso recorrente de combustíveis derivados do petróleo e evitando maiores danos ao meio ambiente, e, com o crescimento do debate ambiental, ela está sendo cada vez mais demandada no estado. 

Dessa forma, o Porto Ponta da Félix afirmou que irá realizar obras de infraestrutura para realizar uma exportação de pellets de madeira mais eficiente e produtiva, com o objetivo ainda de expandir a atual capacidade estática de 270 mil toneladas para 430 mil toneladas, até início de 2023 e tornar essas operações ainda mais expressivas no complexo. 

Por fim, o presidente do Porto Ponta do Félix, Gilberto Birkhan, comentou sobre a relevância da exportação dos pellets de madeira e afirmou que “A operação de pellets de madeira faz parte da mudança de vocação pela qual o Porto Ponta do Félix está passando nos últimos anos. A ampliação do portfólio nos permitiu operar malte, pellets de cana e madeira, big bags de alimentos e outros produtos à granel”.




Relacionados
Mais recentes