Porto do RJ vai quadruplicar volume de Petróleo e derivados enviado a refinaria de Manguinhos

Porto do RJ

Projeto utilizando o quadro de boias do Porto do RJ está em testes e marcará a volta de sua atividade após 7 anos de paralisação

Um projeto no Porto do RJ, mais precisamente no quadro de boias localizado ao norte do Terminal de Cruzeiros do Porto do Rio de Janeiro, está em fase final de testes, após 7 anos de inatividade.  Veja aqui ! Eficiência no setor de Transporte Marítimo foi destaque !
As operações no quadro de boias foi testado há dias atras com a utilização do navio Stena Bulk, que possui 182,9 metros de comprimento e 40 metros de boca.

A expectativa é que o quadro de boias passe a movimentar cerca de 800 mil toneladas de petróleo e derivados por ano para a Refinaria de Manguinhos (REFIT).
O volume corresponderá a um aumento de 214% na movimentação deste tipo de carga no porto, em relação ao volume movimentado em 2018, voltando aos patamares de 2003 e 2004.

A transferência

Para ser enviada à refinaria de Manguinho no RJ, a carga de granéis líquidos descarregada no quadro de boias seguirá por meio de um oleoduto 6,8 Km de extensão, sendo 3,5 Km de trecho terrestre e 3,2 Km de trecho marítimo.

Durante os 7 anos que o quadro de boias esteve inoperante, a carga era descarregada em São Paulo e chegava a refinaria de Manguinhos através de caminhões, portanto espera-se uma melhora substancial na logística e na parte operacional que propiciará novos negócios à refinaria, beneficiando assim o estado do Rio de Janeiro.

As estimativas iniciais, indicam que cerca de 33 mil toneladas de granel líquido sejam movimentadas por atracação, inicialmente com um navio por mês no primeiro ano, e dois navios por mês a partir do segundo, elevando a movimentação anual para algo em torno de 800 mil toneladas.

Leia também aqui no seu portal CPG ! Dutos da Petrobras tiveram recorde de 261 casos de furto em 2018 !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)