Dutos da Petrobras tiveram recorde de 261 casos de furto em 2018

Petrobras e o roubo de combustíveis

Os roubos foram registrados no RJ e em SP e a Petrobras viu, em cinco anos, casos de furtos atingirem números alarmantes e passarem de 1 para 261.

A Petrobras informou um dado alarmante em relação a seus gasodutos. Em 5 anos a estatal viu os casos de roubos de combustíveis em seus dutos passarem de 1 caso para 261.
Esse registro de 2018 é recorde, tendo em vista que em 2016 A Petrobras registrou 72 casos. Na abertura da Rio Pipeline 2019, a Transpetro diz que vai investir em 1,2 Bi de reais em proteção de dutos.

No início deste ano, um caso chegou a chamar a atenção da sociedade, pois em uma tentativa de furto de gasolina uma criança de 9 anos morreu em decorrência de queimaduras no RJ.
A maioria dos casos ocorre no RJ e em SP, com os ladrões roubando o combustível da Petrobras para vender em um próspero mercado negro.

Segundo a polícia, a ação criminosa é orquestrada por grupos criminosos equipados com caminhões e que podem ser até empresas de distribuição e postos de gasolina no varejo.

A transpetro estima que o prejuízo anual do roubo chegue a mais de R$ 150 milhões e ainda são pequenas se comparadas como as que ocorrem em países como o México, onde gangues de criminosos se infiltram nos negócios de petróleo.
A Pemex, petrolífera mexicana, estima as perdas decorrentes do roubo de combustível, em mais de US$ 3 bilhões por ano.

Investimentos na prevenção

A Transpetro está investindo R$ 100 milhões por ano em um programa para reunir informações sobre grupos criminosos, com dados sobre os métodos usados pelos ladrões de petróleo e até de rastreamento destes indivíduos.
A empresa informou também que tem um grupo de 50 pessoas estudando a questão e que abriu uma linha direta para as pessoas denunciarem este tipo de crime.

Investidores estrangeiros, como a francesa Engie SA que comprou a TAG da Petrobras por US$ 8,6 bilhões em abril, também estão fazendo investimentos para reforçar o combate ao roubo em seus dutos.
A Engie informou em comunicado que está fazendo um trabalho em conjunto com a Transpetro, já que aguns oleodutos da companhia passam ao lado de seus dutos para aumentar as patrulhas a pé e reforçar as barreiras físicas, entre outras medidas.

Leia também ! Petrobras subiu ontem nas refinarias o preço do diesel e da gasolina !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)