PetroRio consegue mais que dobrar sua produção com Frade

PetroRio aumenta produção com o campo de Frade

A compra do Campo de Frade faz com que a produção da PetroRio mais que dobre em relação ao ano passado

A petroleira PetroRio viu sua produção do mês passado (março) aumentar 70% se comparada a Fevereiro e 125% em relação ao mesmo período do ano passado.
O fato se deve a aquisição do Campo de Frade pela petroleira à Chevron em fevereiro, que levou a produção de março a atingir 20,8 mil boe/dia.

Embora a PetroRio tenha operado somente durante sete dias no campo de Frade, o ativo produziu 9,7 mil boed, ou seja os planos de acelerar a produção no campo foi satisfatório para a empresa.

Enquanto isso outros campos operados pela empresa tiveram quedas na produção, o campo de Manati, na Bacia de Camamu-Almada, em função de uma parada programada de 29 dias, produziu penas 1,7 mil boed em março, queda de 37% em comparação com fevereiro e de 35% ante o mesmo mês de 2018.

Outro campo da PetroRio que apresentou queda foi o de Polvo, na Bacia de Campos, foram produzidos 9,2 mil boed extraídos em março, queda de 1,1% em relação ao mês anterior e alta de 43% na comparação anual.

Planejamento futuro

A PetroRio, pretende no primeiro trimestre de 2020 realizar uma campanha de perfuração e um plano de desenvolvimento para o campo de Frade, visto que objetiva aumentar a vida útil do campo em mais de 10 anos

Já em relação ao campo de Polvo, a empresa quer ainda neste mês, começar campanhas exploratórias nos prospectos de Copacabana, Leblon, Ipanema e Piratininga.

A PetroRio em pouco tempo de operação, já tem um portfólio de respeito, pois é operadora do campo de Polvo com 100% de participação e possui 10% do campo de Manati e de 51,74% do campo de Frade, e na Bacia da Foz do Amazonas, a companhia é a operadora dos blocos FZA-M-254 e FZA-M-539.

Você sabia que as descobertas de petróleo este ano devem superar 30% as do ano passado ? Clique aqui e fique informado !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)