PetroRio fecha acordo do Frade com a Chevron

Frade FPSO2 Chevron PetroRio
 

A empresa brasileira de petróleo e gás PetroRio fechou a aquisição da subsidiária Chevron, que detém uma participação de 51,74% na concessão e operação do campo Frade offshore no Brasil, juntamente com uma participação proporcional nos ativos operacionais do campo.

Conforme relatado no final de janeiro de 2019, a PetroRio celebrou um contrato de compra de ações para a participação da Chevron no campo de Frade no exterior no Brasil, em um negócio supostamente de meio bilhão de dólares. A PetroRio informou na segunda-feira que as condições para a aquisição da Chevron Brasil Upstream Frade Ltda. foram cumpridas e as aprovações necessárias foram concedidas.

A empresa agora também é a operadora do campo, conferindo influência nas decisões do consórcio e permitindo a implementação de medidas de redução de custos e sinergias em suas operações.

A empresa disse: “A aquisição representa a conclusão de mais um passo bem-sucedido na execução da estratégia de crescimento da PetroRio, através da aquisição e redesenvolvimento de campos de produção. Com esta transação, a produção da PetroRio aumentará em 11 mil barris por dia e 43 milhões de barris de petróleo serão adicionados às reservas 2P. ”

Planos de redesenvolvimento

A PetroRio estima que a aquisição permitirá oportunidades significativas para iniciativas de redução de custos por meio de sinergias operacionais em terra, ar e mar, e a empresa planejará o redesenvolvimento do Frade, que pode incluir campanhas de perfuração e injeções de água a serem determinadas com a ajuda de as equipes de Geologia, Reservatório e Engenharia de Poços. Como tal, a empresa espera replicar o sucesso no campo de Polvo e estender a vida econômica do campo em mais de 10 anos.

Com essa aquisição, a empresa também inaugura sua participação no pré-sal brasileiro, com a possível exploração de prospectos análogos à descoberta no campo de Roncador, a uma profundidade de 4500 metros, que podem fazer parte de novas iniciativas de perfuração planejadas para 2020. .

A transação inclui uma participação operacional de 50% no bloco CE-M715 em águas profundas, uma nova fronteira com potencial de petróleo em uma região onde os players internacionais anunciaram investimentos recentemente.

A PetroRio também observou que a aquisição da participação de 18,26% na Frade Japão, uma joint-venture formada pela Inpex e Sojitz, ainda está sujeita a condições precedentes e aprovações internas e externas para sua conclusão. A participação remanescente de 30% no campo é de propriedade da Petrobras.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.