Petrobras não chega a um acordo com Proquigel e irá desativar usina termelétrica na Bahia

Roberta Souza
por
-
13-05-2021 17:21:33
em Refinaria e Termoelétrica
Petrobras – termelétrica – Bahia Termelétrica da Petrobras no estado da Bahia/ Fonte: BRAINMARKET

A Petrobras já havia encaminhado à Aneel, em março deste ano, o processo para a desativação da termelétrica em Camaçari, no estado da Bahia

A Petrobras publicou uma nota, na última terça-feira (11/05), anunciando que irá desativar a usina termelétrica TermoCamaçari, no estado da Bahia, após ter encerrado negociações com a Proquigel Química para arrendamento do empreendimento. Em março deste ano, a estatal já havia entrado em contato com a Aneel para realizar o descomissionamento da UTE, alegando que o local seria inviável e informando também que a termelétrica não faria mais parte dos planos de gás natural e geração de energia da Petrobras.

Desativação da termelétrica da Petrobras, no estado da Bahia

Em nota ao mercado, a estatal informou que irá iniciar o processo de descomissionamento da UTE TermoCamaçari, que já se encontra com a outorga revogada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Petrobras ainda disse que esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando geração de valor para os acionistas.

A desativação da usina termelétrica, após não seguir as negociações com a Proquigel, faz parte de uma estratégia da Petrobras na área de gás natural e energia, que tem como objetivo a operação competitiva da comercialização própria de gás natural e a otimização do portfólio de produtos termoelétricos para o autoconsumo. De acordo com tal direcionamento estratégico, a estatal iniciou o procedimento de revogação da outorga da Usina TermoCamaçari.

No ano de 2017, a usina termelétrica na Bahia, movida por gás natural, estava completamente cercada de problemas que acabaram levando à sua inviabilização. Em 2020, a Petrobras havia chegado a cadastrar a TermoCamaçari e vários outros ativos de energia térmica em leilão planejado pelo governo para assinar um contrato de 15 anos para a produção de gás natural, incluindo projetos novos ou reformados.

A Usina TermoCamaçari da Petrobras

A usina termelétrica foi construída em 2001 e custou mais de 60 milhões de dólares, com capacidade de geração de energia de aproximadamente 120 megawatts (MW), resultado de uma grande cooperação entre a Petrobras e a portuguesa EDP.

Cerca de três anos depois, a estatal brasileira decidiu assumir o controle total da termelétrica, no estado da Bahia, pagando um valor corrigido pela inflação de R$ 240 milhões, e hoje detém 100% dos negócios da empresa.

A capacidade instalada da Usina TermoCamaçari é de 138 MW. Em 2013, gerou em média 4.043 megawatts (MW) de energia elétrica para o Sistema Interligado Nacional (SIN). Em 2014, as 21 usinas termelétricas próprias e alugadas que compõem a usina produziram uma média de 4.761 MW de geração de energia.

Usina termelétrica da Imetame, localizada em Camaçari na Bahia, será 100% movida a gás natural

Proprietária da UTE Prosperidade III, a Imetame será dona da primeira termelétrica neutra em carbono do Brasil. A termelétrica de 50 megawatts ficará em Camaçari, na Bahia, e entrará em operação no segundo semestre do próximo ano, recebendo investimento inicial de R$ 180 milhões.

A termelétrica de Camaçari, no estado da Bahia, será construída pela Imetame e sua estrutura será 100% movida a gás natural. Inicialmente, a termelétrica seria feita a partir de biomassa de eucalipto em Minas Gerais, mas o projeto terá como base outro empresário, que acabou saindo do empreendimento.

A Mercurio Partners fez com que a primeira usina termelétrica a gás natural do país atingisse zero emissões de carbono e criou uma oportunidade para o projeto, originalmente concebido como uma usina de biomassa. A empresa realizará procedimentos de adequação para manter a UTE e o gás natural dentro das normas vigentes.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe