Panasonic desenvolve nova bateria para carros elétricos, que promete custo-benefício e autonomia no padrão da Tesla

Valdemar Medeiros
por
-
26-10-2021 12:13:17
em Automotivo, Veículos Elétricos
Panasonic - Tesla - Bateria - carros elétricos Nova célula de bateria da Panasonic – crédito: Insideevs

A Panasonic está desenvolvendo uma nova bateria para carros elétricos chamada 4680, que promete ter um maior custo-benefício e autonomia no padrão da Tesla.

A Panasonic apresentou um projeto de sua nova bateria de íons de lítio para carros elétricos. A bateria cilíndrica se trata de um novo tipo de bateria que a empresa está desenvolvendo, desde que a Tesla anunciou o novo padrão em setembro de 2020. O protótipo recebeu o nome de 4680 (46 mm de diâmetro e 80 mm de altura).

Leia outras notícias relacionadas

Tesla também está trabalhando no desenvolvimento das suas próprias baterias para carros elétricos

Com detalhes aprimorados da 4680 “original” e custos de produção menores, a Panasonic gostaria de entrar em uma nova fase de seu negócio de baterias para carros elétricos, e já demonstrou interesse em investir no projeto.

Segundo informações, a Panasonic não revelou a fórmula da bateria, nem sobre quando e onde ocorrerá a produção em série para as novas baterias padrão Tesla. A Tesla também está trabalhando duro com sua tecnologia de bateria internamente e afirmou recentemente que no momento está fabricando um número significativo de baterias para fins de testes, que é um estágio obviamente, além dos protótipos de baterias de carros elétricos.

Até onde se sabe, pelo menos alguns outros fabricantes também estão focando no modelo 4680, na esperança de receberem uma encomenda volumosa da Tesla no futuro. Entretanto, o projeto da Panasonic pode ser o que está à frente dos rivais, pelo menos por enquanto.

Panasonic não fabricará baterias de ferro-lítio

De acordo com Kazuo Tadanobu, executivo responsável pela área de baterias da japonesa, a empresa desenvolveu isso devido ao forte desejo da outra parte, e também porque concorda que esse tipo de tecnologia pode levar à parcerias mais fortes ainda.

A título da explicação, a Panasonic afirmou que não fabricará baterias de ferro-lítio, que muitas vezes é vista como uma forma mais acessível para carros elétricos, mais custo-benefício e de autonomia mais baixa ou sistemas de armazenamento de energia.

Kazuo afirma que a Panasonic não planejava fazer baterias para carros elétricos, de Fosfato Ferro-Lítio, para os modelos mais acessíveis. A Tesla utiliza o padrão LFP; a empresa transitou toda a sua linha de veículos padrão para LFP e de acordo com dados do The Verge, até mesmo a Apple está à procura de um fornecedor de baterias de Ferro-lítio para seus carros elétricos.

Volkswagen e CBMM avançam na produção do primeiro veículo movido a baterias de nióbio

No mês passado, a Volkswagen fechou um acordo com a CBMM para avançarem na produção do primeiro veículo movido a baterias de nióbio. O acordo prevê que a CBMM oferte os produtos à montadora para que sejam fabricados juntos aos modelos da fábrica em Resende.

Com os testes, a projeção é que a bateria de nióbio esteja totalmente pronta para ser vendida em 2023. A Ford e a BMW, que possuem uma joint venture, estão investindo em baterias de estado sólido, com a primeira produção marcada para o início do próximo ano.

Esse tipo de bateria está ganhando fama e são vistas como o futuro para os carros híbridos e elétricos, podendo ser uma possível substituta para as de íon de lítio.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe