Nova fábrica de instrumentos de automação será construída no Rio Grande do Sul, com investimentos de R$ 27 milhões e geração de 200 novos empregos

Roberta Souza
por
-
12-11-2021 15:57:57
em Indústria e Construção Civil
fábrica - empregos - Rio Grande do Sul Unidade da Full Gauge Controls/ Fonte: Site da Full Gauge Controls

A nova fábrica da empresa Full Gauge Constrols será construída em Canoas, no Rio Grande do Sul. Novos empregos serão abertos

A Full Gauge Constrols, empresa que produz uma variada linha de instrumentos digitais para sistemas de automação industrial, comercial e residencial, anunciou que irá construir uma nova fábrica na cidade de Canoas, localizada no estado do Rio Grande do Sul. O empreendimento receberá investimentos de R$ 27 milhões, contará com um espaço de mais de 30 mil metros quadrados, e irá gerar cerca de 200 novos empregos na região. Leia ainda esta notícia: BRF investirá R$ 51 milhões para a ampliar produção de fábrica, no Rio Grande do Sul

Nova unidade na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul 

A indústria eletrônica, que produz soluções para refrigeração, aquecimento, climatização e aquecimento solar, já conta com uma fábrica no município de Canoas, no estado do Rio Grande do Sul, com 8,2 mil metros quadrados, além de um pavilhão no Parque Industrial Jorge Lanner, recém adquirido e que está passando por obras de readequação.

Com o novo espaço no Parque Canoas de Inovação, que terá mais de 30 mil metros quadrados, a expectativa da empresa é passar de um milhão de peças produzidas por ano para quatro milhões, com a geração prevista de 200 novos empregos na nova fábrica. A Full Gauge emprega, atualmente, mais de 300 pessoas em Canoas, no estado do Rio Grande do Sul. 

Geração de novos empregos com a construção da fábrica

O plano de negócios da empresa de automação, que prevê a instalação no PCI, está em análise junto ao Comitê Gestor do Fundo Municipal de Desenvolvimento de Canoas (Fumdecan). A previsão é de que as obras de construção da nova fábrica sejam iniciadas no primeiro semestre de 2022. 

“Canoas é muito estratégica para o desenvolvimento de qualquer empresa. Se eu não morasse aqui, mesmo assim, eu me sentiria atraído por investir na cidade”, destacou o sócio-fundador da indústria, Antônio Gobbi. Segundo ele, a empresa que construíra uma nova fábrica vem crescendo de forma expressiva desde 2020. Em 2021, o faturamento até outubro já foi maior do que todo o ano passado. Houve o crescimento de 24% no mercado interno e 66% no mercado externo, em relação ao mesmo período do ano anterior. O faturamento deste ano deve superar os R$ 100 milhões.

Leia também: Indústria de aço investirá R$ 10 milhões para nova linha de produção, em fábrica no Rio Grande do Sul

A PS Zamprogna, empresa especializada no desenvolvimento de serviços de beneficiamento e venda de produtos metalúrgicos, pretende dar um salto no mercado de fornecimento de aços para a indústria. Com um investimento de R$ 10 milhões, a empresa sediada em Canoas trabalha na montagem de uma linha de produção para cortes longitudinais em aços de alta resistência, denominada Slitter, com ajustes para cortes infinitos. Esse tipo de material, que se destina desde a produção de maquinário e veículos pesados até a construção civil e moveleira, atualmente não é produzido no Rio Grande do Sul.

O novo equipamento permitirá a entrega do aço com cortes conforme a exigência do cliente. A estimativa é de que há uma demanda de pelo menos 4 mil toneladas de aço de alta resistência com cortes longitudinais, a cada mês, não atendida no Estado. Para dar conta deste mercado, a projeção da PS Zamprogna é garantir um acréscimo de pelo menos 40% na sua atual produção, com a criação de 25 empregos na fase de montagem da nova linha na fábrica. Hoje, a empresa atende a indústria automotiva leve e pesada.

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos