Navio naufraga no Golfo do México e 12 tripulantes ainda estão desaparecidos

Valdemar Medeiros
por
-
16-04-2021 12:34:55
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Navio - Tripulantes - Golfo do México Navio naufragado no Golfo do México – Fonte – Noticias telemundo

Navio com cerca de 39 metros naufraga com 18 tripulantes no Golfo do México, seis deles foram resgatados e outros 12 ainda estão desaparecidos

Após um Navio com 18 tripulantes ter naufragado durante uma tempestade, na tarde da terça-feira (13), no Golfo do México, seis tripulantes foram resgatados e outros 12 tripulantes da embarcação seguem desaparecidos.

Leia também

Por volta das 16h30, a notificação de emergência foi atendida pela Guarda Costeira dos EUA, via rádio. Segundo o relatório do incidente, várias outras tripulações que estavam por perto captaram a mensagem de socorro e foram até a localização no navio para ajudar os náufragos.

Resgates dos tripulantes no navio

As tripulações solidárias resgataram da água quatro pessoas. Dois Navios da Guarda Costeira também entraram para o resgate e salvaram mais dois tripulantes, cada um. Desde o resgate dos seis dos 18 tripulantes, os navios da Guarda Costeira contam com o apoio de quatro navios civis para localizar o restante dos desaparecidos. Além disso, a equipe de resgate tem utilizado hidroaviões para uma melhor visualização dos tripulantes que ainda não foram resgatados e que possivelmente podem estar presos em baixo do navio.

O chefe da área de Nova Orleans do Serviço Nacional de Meteorologia, Benjamin Schott, disse à NBC News que o incidente ocorreu devido a um fenômeno denominado de “Wake low”, que ocorre quando há diminuição do ar quente na atmosfera, causando ventos de 112 a 128 km/h, deixando o mar agitado.

Golfo do México

As regiões rasas da plataforma continental do Golfo do México contêm grandes depósitos de petróleo e gás natural. Esses depósitos foram desenvolvidos extensivamente desde 1940 e fornecem uma proporção substancial das necessidades domésticas nos Estados Unidos.

Poços offshore foram perfurados principalmente nas águas da costa do Texas e da Louisiana e ao largo do México na Baía de Campeche.

Famílias aguardam noticias dos outros tripulantes

As famílias aguardam ansiosamente a notícia dos 12 tripulantes que ainda estão desaparecidos no navio da indústria de petróleo que virou na quinta-feira, enquanto mergulhadores em busca de sobreviventes bateram no casco do navio sem resposta.

As equipes de resgate não sabem se algum dos desaparecidos pode ser pego dentro do barco elevador chamado Seacor Power, que capotou na terça-feira com ventos com força de furacão e alto mar a cerca de 13 quilômetros da costa da Louisiana.

“Existe o potencial de que eles ainda estejam lá, mas não sabemos”, disse o suboficial da 2ª classe Jonathan Lally na quinta-feira. “Ainda estamos procurando 12 pessoas porque ainda faltam 12.”

A Guarda Costeira disse que os mergulhadores conseguiram realizar as operações na quinta-feira, mas não ouviram nada quando bateram no casco do navio. O Guarda disse que as operações de mergulho terminaram e seriam retomadas na sexta-feira. Eles continuarão a pesquisar durante a noite por ar e mar.

Família de tripulantes ajudam na busca

Um punhado de familiares de trabalhadores desaparecidos se reuniu em um corpo de bombeiros de dois andares em Port Fourchon, um grande porto onde fica a base de grande parte da indústria que atende as plataformas de petróleo no Golfo do México.

Trabalhadores de toda a Louisiana e de outras partes do país chegam ao porto para embarcar na frota de helicópteros e navios que os levam às plataformas de petróleo a quilômetros de distância para longos períodos de trabalho. A paisagem plana é pontuada por guindastes, onde a carga pode ser carregada ou descarregada e docas ou hangares para fazer reparos.

Em um porto próximo, barcos de pesca de camarão foram atracados e acampamentos de pesca foram erguidos em palafitas para protegê-los das tempestades.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe