Início Multinacional WEG lança maior aerogerador de energia eólica do Brasil, com potência de 7MW e que pode fornecer energia mesmo sem vento. Será uma máquina com tecnologia de ponta e de montagem mais fácil

Multinacional WEG lança maior aerogerador de energia eólica do Brasil, com potência de 7MW e que pode fornecer energia mesmo sem vento. Será uma máquina com tecnologia de ponta e de montagem mais fácil

5 de julho de 2022 às 17:54
Compartilhe
Siga-nos no Google News
WEG aerogerador montagem energia eólica tecnologia
Aerogerador projetado pode gerar até 7MW e é de fácil montagem | Foto: Canva Pro

Aerogerador projetado pela WEG é mais eficiente e promete melhor rendimento na produção de energia eólica

A multinacional WEG anunciou nessa segunda-feira (4) que vai lançar uma plataforma com o maior aerogerador do Brasil em operação. Segundo a empresa, o dispositivo terá 7MW de potência e 172 metros de diâmetro para gerar energia eólica. É considerado ainda mais potente e com capacidade de trazer maior rendimento para os parques eólicos.

O equipamento inovador vai ser produzido na fábrica de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, local onde a WEG tem grande atuação, e será instalado até 2024 em diversos locais do Brasil. A empresa destaca que o aerogerador poderá fornecer energia reativa mesmo sem vento e ainda permitirá a montagem de modo mais fácil. Saiba mais na matéria de hoje.

Artigos recomendados

Entenda um pouco mais sobre o funcionamento do aerogerador na produção de energia com o vídeo abaixo

O aerogerador usa energia obtida pela cinética dos ventos | Reprodução — YouTube: Plataforma de Energias Renováveis Oak Energia

A empresa já teve sucesso com aerogeradores menores e agora quer alcançar ainda mais eficiência

A empresa WEG está em contínuo crescimento e sempre buscando novas formas de ganhar destaque no mercado de energia renovável. O investimento em energia eólica também mostra o comprometimento da multinacional com o meio ambiente e o empenho para usar tecnologia a favor da geração de energia limpa.

O Diretor Superintendente de Energia da WEG, João Paulo Gualberto da Silva, aponta que a empresa já teve sucesso em projetos anteriores com um parque eólico de 2.1 MW e 650MW operacionais. Além disso, a multinacional já conta com uma plataforma de 4.2 MW, onde chegou a comercializar em torno de 1.000 MW. Com o novo aerogerador de 7MW, a expectativa é dobrar a capacidade de geração.

“Assim como nas demais plataformas, o conceito principal do design do aerogerador de 7 MW é ser um equipamento que alie competitividade com confiabilidade e facilidade de operação e manutenção, o que maximiza a produção de energia e o retorno sobre investimento aos clientes, além de trazer novas oportunidades de negócios para clientes brasileiros e também em outros países”.

WEG em comunicado oficial (2022).

Novo aerogerador da WEG tem características especiais para produção de energia eólica e pode fornecer energia até sem vento

Buscando abranger maior quantia do mercado de energia eólica, a WEG desenvolveu um novo modelo de aerogerador, diferente daqueles usados na plataforma de 4,2 MW atualmente. Além de ser maior e ter mais potência (7 MW), o novo modelo tem uma tecnologia de acionamento Medium-Speed Geared (MSG), associada a conversor de potência plena. Isso implica em uma conexão mais suave à rede elétrica, prolongando a durabilidade do equipamento e reduzindo as chances de problemas.

O equipamento também é flexível e permite adaptação com diferentes códigos de rede no Brasil, além da capacidade de fornecer energia reativa mesmo sem vento, expandindo as possibilidades. Ademais, o aerogerador facilita o processo de montagem por meio de modularidade, o que é muito útil em terrenos irregulares.

Produção das torres e do aerogerador vai acontecer no Brasil e a previsão de instalação é até 2024

Outro fator muito interessante é que o processo de fabricação das torres e do aerogerador inédito vai acontecer na fábrica de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, local onde a empresa já atua produzindo equipamentos semelhantes. Além disso, em Jaraguá do Sul fica o centro de monitoramento e análise da frota da WEG no país.

Todo o processo de fabricação será rigorosamente analisado por softwares de inteligência artificial que a WEG possui para detectar defeitos bem como o desempenho dos equipamentos perante as condições do clima. Esse novo protótipo de aerogerador para energia eólica tem previsão de instalação até 2024. A empresa também apontou que, se os testes derem certo, a produção em massa desse novo modelo deve iniciar em 2025.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes