Início Multinacional australiana Fortescue vai construir no Ceará a primeira usina de produção de hidrogênio verde do mundo

Multinacional australiana Fortescue vai construir no Ceará a primeira usina de produção de hidrogênio verde do mundo

1 de abril de 2022 às 11:52
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Multinacional - Fortescue - Ceará - hidrogênio verde - usina de hidrogênio -usina
Fortescue construirá a primeira usina de hidrogênio do mundo no Ceará – imagem: Ilustração/Freepik

A multinacional Fortescue está avançando com a sustentabilidade e, agora, planeja investir em uma usina de hidrogênio verde no Ceará. As informações foram divulgadas por Camilo Santana, governador do estado  

A multinacional australiana Fortescue, após assinatura do memorando de investimento com Governo do Estado do Ceará, planeja construir a primeira usina de hidrogênio verde da empresa no mundo. A estimativa é que sejam investidos cerca de 5,8 bilhões de dólares no estado. As informações foram reveladas com exclusividade por Camilo Santana, governador do Ceará. De acordo com o gestor do Estado, o objetivo da Fortescue é produzir, no Ceará, o combustível que vem se apresentando como aposta da nova matriz energética mundial. O governador do Estado, Camilo Santana (PT), revelou sobre o tema em entrevista à rádio O POVO CBN na manhã da quinta-feira, 31 de março.

Representantes da Fortescue virão ao Ceará ainda este ano

O POVO no Rádio – 31/3 | ENTREVISTA COM CAMILO SANTANA AO VIVO – Reprodução/Youtube

De acordo com Camilo Santana, o Ceará pode produzir e fornecer o combustível do futuro para todo o continente europeu. O governador ainda reforça o potencial do Ceará como futuro exportador de energia para o mundo, a partir do complexo do Pecém. Além disso, Camilo destacou os mais de 18 memorandos que o estado acumula em investimentos para construção de usinas de hidrogênio verde e que, em um futuro próximo, esses recursos começarão a ser alocados na economia do Ceará.

De acordo com o secretário executivo da Casa Civil do Ceará, Célio Fernando, em uma publicação nas redes sociais, para alavancar o começo da construção da usina de hidrogênio verde no Ceará, representantes da multinacional Fortescue viajariam ao Ceará nesta semana para fazer com que o projeto saia do papel, mas, devido aos compromissos dos representantes da multinacional na Alemanha e na França, a visita foi adiada para junho sem prejuízo ao cronograma em curso.  

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Multinacional já havia anunciado investimento no Ceará no último ano

No ano passado, a Fortescue já havia anunciado investimento em uma usina de hidrogênio verde no Ceará. Na época, Julie Shuttleworth, CEO da empresa, afirmou que a missão da multinacional é fazer do hidrogênio verde a commodity de energia mais vendida no mundo, e também planeja impulsionar o uso da energia renovável pela indústria de produtos, aproveitando todos os recursos disponíveis no mundo para produzir eletricidade sustentável.

Agustin Pichot, presidente da multinacional para a América Latina, reconheceu o potencial do Ceará no quesito de energia renovável e afirmou que o estado tem uma ótima infraestrutura portuária e localização estratégica.

O acordo para construção da usina de hidrogênio verde permitirá a transição energética do país para a descarbonização. A planta vai compor parte do Hub de hidrogênio verde no complexo industrial e portuário do Pecém. As estimativas da empresa são de que as operações comecem em 2025 e que, até 2030, sejam produzidos 15 milhões de toneladas do combustível.  

Conheça a Fortescue

Fundada em 2003, a Fortescue conta com diversos depósitos de minério de ferro e algumas das maiores minas do mundo. A multinacional é uma das maiores empresas de mineração, com experiência em exploração internacional de classe mundial, e continua desenvolvendo a excelência operacional e capacidade de inovação para alavancar o crescimento do futuro através da diversificação de produtos e desenvolvimento de ativos na Austrália e em todo o mundo.

Atualmente, a companhia produz 170 milhões de toneladas de minério de ferro anuais, sendo a maior produtora de minério de ferro do mundo. Com sua sede situada em Perth, na Austrália ocidental, a empresa está comprometida com as missões estratégicas estabelecidas para garantir a solidez e a flexibilidade de seu balanço, investindo sempre em sustentabilidade de longo prazo e aplicando soluções de baixo custo, proporcionando retorno aos seus acionistas.

A diversidade é essencial para a Fortescue, e a prova disso é que 24% de sua equipe administrativa é composta por mulheres e 50% do conselho também é composto pelo público feminino.  

Relacionados
Mais recentes