Mineradora Vale expande negócios no Maranhão para atender demanda da China por minério de ferro

Kelly
por
-
07-08-2020 15:00:00
em Economia, Negócios e Política
Vale expande exportações de minério de ferro para a China pelo Maranhão Navio da Vale do tipo Valemax/ Imagem: Divulgação

Depois que a China aprovou no mês passado quatro portos em sua costa e aumentou demanda por minério de ferro, a Vale decidiu ampliar exportações do produto através de terminal no Maranhão

A Vale está mirando novos negócios para suprir demanda chinesa e pretende aumentar os embarques de minério de ferro para a país asiático. Para isso, a mineradora brasileira busca explorar terminal portuário no Maranhão.

Veja também outras notícias

Solução logística multimodal contemplando um porto de águas profundas, o Terminal Portuário de Alcântara (TPA) está localizado no estado do Maranhão e pode receber navios graneleiros de grande porte para transporte de minério de ferro, os chamados Chinamax ou Valemax.

A Vale está considerando um aumento na utilização dos navios depois que a China importou volumes recordes de minério de ferro para suprir demanda por matéria-prima da siderurgia, em virtude da alta nas áreas de infraestrutura e construção civil do país.

Ação da Vale acontece depois que a China aprovou quatro portos adicionais em sua costa

A forte demanda chinesa juntamente com preocupações com a oferta fizeram o preço do minério de ferro subir para patamares acima de US$ 110 por tonelada no mês de julho, um valor recorde desde agosto de 2019.

“Os Valemax da Vale foram criação do Brasil para aproximar suas minas da China. Portanto, as aprovações dos quatro portos profundos são um voto de confiança na capacidade (da Vale) de fornecer minério de ferro de qualidade. Achamos que é importante para a China ter fornecedores diversificados”, disse Paulo Salvador, executivo da operadora privada do terminal de Alcântara, Grão Para Multimodal (GPM).

Transporte minério de ferro da Vale para a China já resultou em acidente na costa do Maranhão

O Navio Mercante Stellar Banner, que encalhou na costa do Maranhão em fevereiro deste ano durante transporte de minério de ferro da Vale para a China, sofreu um ‘náufrago forçado’ a cerca de 150 quilômetros da costa do Maranhão.

Segundo a Marinha, o navio já está sendo preparado para evitar danos ao meio ambiente. Foram retirados resíduos oleosos, bem como objetos flutuantes ou de contaminantes a bordo. Saiba mais detalhes aqui.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.