Mil oportunidades de emprego e investimentos na faixa de US$ 5,4 bilhões serão feitos pela Enegix no Porto de Pecém, no Ceará

Porto, Porto do Pecém, Ceará Porto de Pecém/ Fonte: reprodução – Via Google

A empresa Australiana Enegix quer construir no Porto de Pecém uma nova usina de hidrogênio verde no Ceará, que gerará vários empregos

A construção de uma nova usina de hidrogênio verde no estado do Ceará terá um impacto significativo no mercado de energia renovável do estado. Segundo Wesley Cooke, CEO da australiana Enegix, a empresa vai investir US$ 5,4 bilhões na instalação de uma unidade no Porto de Pecém. O projeto deve gerar cerca de 1.000 empregos durante a fase de construção e ainda deve criar muitas oportunidades para a região, quando estiver na fase de operação.

Veja ainda outras notícias do dia:

Além disso, Marco Stacke, CEO da Enegix e diretor de operações da empresa, enfatizou que, devido à reputação de alta tecnologia da usina de hidrogênio verde, os empregos gerados pela “Base One” conhecida como “planta de hidrogênio verde” terão um padrão salarial mais alto.

Marco diz que “O projeto de construção deve ser um processo contínuo e acreditamos que devemos empregar cerca de mil pessoas nessa etapa, mas o mais importante é que, na fase de operação, nós iremos criar centenas de empregos com altos níveis de salário. Não é como as vagas de emprego que não precisam de treinamento, então no processo de construção nós poderemos treinar muitas pessoas e dar capacidade para que uma parte da mão-de-obra na fase de construção possa ser integrada à fase de operação”.

Preparação de mão-de-obra qualificada:

Wesley Cooke afirmou que a Enegix deve manter contato direto com universidades cearenses para promover a preparação e o desenvolvimento de mão de obra qualificada para a nova usina de hidrogênio no Porto de Pecém.

“Realmente, teremos vários tipos de funções por ser um projeto gigantesco. Mas o ponto é que precisaremos de treinamentos específicos e protocolos e, para isso, queremos fechar uma parceria com as universidades nos próximos anos, enquanto estaremos na fase de construção, pensando até em parcerias com universidades estrangeiras. Isso é tudo muito novo, mas até aqui podemos perceber que o Ceará está preparado para oferecer todas as capacidades de que precisaremos no projeto”, disse o CEO da Enegix.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos