Mais de 2 mil vagas na construção civil e industrial: Porto de Macaé – TEPOR mantém cronograma para inicio das obras em 2021

vagas na construção civil e industrial - TEPOR - Porto - Macaé - Obras Porto de Macaé – TEPOR

O porto de Macaé – TEPOR manterá o cronograma e de inicio irá gerar 2 mil vagas na construção civil e industrial

Tepor será altamente especializado, para atender com eficiência a demanda da indústria de apoio às atividades de óleo e gás e vagas na construção civil e industrial

Tepor será altamente especializado, para atender com eficiência a demanda da indústria de apoio às atividades de óleo e gás, além de apresentar soluções para transportes de cargas de outros setores. Porto promete também gerar ao todo 7 mil vagas de emprego.

Leia também

Porto de Macaé – TEPOR vai gerar 7 Mil vagas de empregos em 03 anos

Inegavelmente, mesmo com a crise econômica que atinge o mundo por conta da pandemia causada pelo Covid-19, está mantida a previsão do início das obras do Terminal Portuário de Macaé (TEPOR), para o início de 2021. As informações foram confirmadas por parte da Diretoria do TEPOR estão tendo seguimento todos os projetos do novo empreendimento. Só houve um deslocamento do início das obras, antes previstos para o segundo semestre de 2020, para o ano de 2021.

Similarmente, em janeiro, o Governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, entregou a Licença Prévia Ambiental ao Terminal Portuário de Macaé. E garantiu a instalação do Porto que tem a expectativa de gerar 7 mil vagas de empregos em três anos. De acordo com o consultor do Tepor, José Eduardo Carramenha, a primeira fase da construção vai gerar 2 mil postos de trabalho.

2 Mil Vagas na construção civil e Industrial

As primeiras vagas serão para as áreas de construção civil e industrial, entre elas, ajudante, pedreiro, encarregado de obras, carpinteiro, montador de andaime, técnico de edificações, técnico de segurança de trabalho, inspetor de solda, soldador, eletricista, técnico de automação e outras.

Outrossim, o projeto do Tepor é formado por sete blocos, entre eles, gás, óleo, marítimo de petróleo, transportuária e três áreas de resíduos. Outra previsão importante é que o mercado seja acrescido ainda pelas instalações de 14 termelétricas, sendo oito com licenças ambientais já liberadas e uma em construção na RJ-168.

Sendo assim, após as obras, grande parte da mão de obra será absorvida pelas empresas, que oferecerão, ainda, treinamento internacional.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.