Início Maior complexo de energia eólica da Neoenergia inicia teste de operação com um mês de antecedência, em meio à tentativa de ampliação da empresa em fontes renováveis

Maior complexo de energia eólica da Neoenergia inicia teste de operação com um mês de antecedência, em meio à tentativa de ampliação da empresa em fontes renováveis

17 de junho de 2022 às 15:32
Compartilhe
Siga-nos no Google News
energia, energia eólica, fontes renováveis
foto: reprodução Adobe Stocker

O complexo Neoenergia Oitis tem capacidade de 566,5 MW em energia eólica, sendo parte do investimento da empresa em fontes renováveis

O Parque Eólico Oitis Neoenergia, em construção pela empresa Neoenergia e localizado entre os estados do Piauí e da Bahia, entrou em período de teste dos seus sete primeiros aerogeradores. A entrega dessa fase está um mês adiantada em relação ao plano de negócios da companhia. Além disso, este será o maior empreendimento em energia eólica da empresa no Brasil, tendo em vista a capacidade instalada de 566,5 MW, quantia suficiente para abastecer uma cidade com 2,7 milhões de habitantes.

Segundo a diretora de fontes renováveis da Neoenergia, Laura Porto, a construção do complexo eólico está em harmonia com a estratégia de posicionamento da companhia frente à liberação do mercado de energia do país. Porto afirmou, ainda, que a empresa defende que as fontes renováveis de energia são o caminho para a descarbonização da economia. A expectativa é de que a operação total tenha início no segundo semestre deste ano.

Artigos recomendados

O complexo de energia eólica apresenta 103 aerogeradores, cada um com potência de 5,5 MW, e será constituído por 12 parques eólicos. A energia produzida nos parques eólicos do Neoenergia Oitis terá dois fins distintos: 96% dela será alocada no Ambiente de Contratação Livre (ACL), enquanto 4% será destinado à comercialização no mercado regulado de energia.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

É importante destacar que, atualmente, a Neoenergia é a segunda maior empresa de distribuição de energia no Brasil, estando comprometida com a demanda por fornecimento de energia eficiente e sustentável de maneira integrada.

Neoenergia investe em energia eólica desde o início dos anos 2000

Desde o início dos anos 2000, a Neoenergia vem apostando em energia eólica, mesmo quando ela ainda era compreendida como uma fonte alternativa. Hoje, a realização de projetos com fontes renováveis tornou-se efetiva a partir da construção de parques de energia eólica e solar, de modo a expandir a geração de energia limpa.

Diante desse cenário, os ativos em operação e em construção já somam 1,7 GW de capacidade instalada entre parques eólicos e solares fotovoltaicos. Ademais, se somadas as usinas hidrelétricas em operação, a companhia atingirá, até o fim deste ano, mais de 4,7 GW de potência em fontes renováveis.

No primeiro trimestre de 2022, foram investidos pela Neoenergia mais de R$ 808 milhões no setor de fontes renováveis. Em adição ao Neoenergia Oitis, voltado à energia eólica, a empresa concluiu o Neoenergia Chafariz e avançou, neste ano, na construção do Neoenergia Luzia, complexo solar situado no município de Santa Luzia, na Paraíba. Juntos, os três empreendimentos farão com que a companhia alcance mais de 90% de sua capacidade instalada em energia limpa.

Sobre a Neoenergia

As atividades da Neoenergia no Brasil tiveram início em 1997, com investimentos em distribuição de energia elétrica na Bahia e no Rio Grande do Norte. Desde então, a empresa ampliou o seu funcionamento, com o objetivo de se tornar um investidor de longo prazo no país.

Atualmente, a Neoenergia é uma das maiores companhias atuantes no setor de energia brasileiro, tendo operações integradas e diversificadas e apresentando ativos de geração, distribuição, comercialização e transmissão de energia em 18 estados do Brasil e no Distrito Federal.

Para a empresa, o investimento em fontes renováveis de energia é um dos pilares de sua atuação, uma vez que ela se apoia no desenvolvimento sustentável como a principal forma de administrar com eficiência e responsabilidade os seus negócios.

Relacionados
Mais recentes