Home > Sem categoria

Macaé tem saldo positivo em contratações offshore em 2018

Paulo Nogueira
por
-
19-04-2018 08:12:01
em Sem categoria
Números divulgados pelo Ministério do Trabalho mostram que Macaé volta a contratar impulsionado pelo reaquecimento do setor de óleo e gás

Números divulgados pelo Ministério do Trabalho mostram que Macaé volta a contratar impulsionado pelo reaquecimento do setor de óleo e gás

Macaé consegue pela segunda vez resgatar um saldo positivo na geração de vagas de empregos nestes últimos 3 anos de crise, isto é uma alívio e mostra que o setor de óleo e gás na cidade começa a se mobilar, mas ainda não voltou para sua normalidade plena. O Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) disponibilizou dados do  Ministério do Trabalho em que, 678 postos de trabalhos foram criados no município em fevereiro, cerca de 80% ligadas diretamente ao ramo offshore e onshore, de empresas ligadas a este setor.

De acordo com o Caged, às áreas de engenharia e técnicas em atividades operacionais foram a responsáveis por maior parte das contratações, mostrando que estão havendo negócios e contratos estão sendo firmados com as firmas que detém bases operacionais em Macaé. De acordo com a instituição, tomando como base o ano de 2015, é a primeira vez que o balanço entre empregos e desempregos fica positivo.

Em janeiro deste ano, o saldo foi negativo com 178 oportunidades a menos, em fevereiro foram 678, ou seja, o primeiro bimestre fechou em 500 vagas registradas. Porém, o instante ainda é delicado e ainda há ressalvas quanto a performance, em termos econômicos, na cidade em termos de empregabilidade.


Pelo menos as previsões( algumas delas já estão se cumprindo) são totalmente favoráveis para Macaé: Algumas delas são:

De acordo com especialistas do setor e que foi notícia até mesmo no Jornal Nacional( Confiram Aqui), 500 mil postos de trabalho na ramo do petróleo serão criados até 2022 e outros 250 mil trabalhos, no período em que as operadoras estrangeiras desenvolverão projetos de garantia de produtividade nas áreas arrematadas, e as áreas com o maior interesse estão na Bacia de Campos, e a cidade que já tem toda infraestrutura pronta para isto é MACAÉ.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.