Governo federal une esforços junto a Indústria Automobilística, de Autopeças e da Distribuição Veicular para debater retomada deste setor que já foi responsável por 10% do PIB da economia brasileira

Paulo Nogueira
por
-
07-05-2021 06:32:38
em Economia, Negócios e Política
Indústria Automobilística Autopeças Governo federal economia PIB Industria Automotiva/ Fonte: Ivan Traimak – stock.adobe.com

Instituto BESC realiza webinar no dia 11 de maio com a participação de importantes representantes do setor e especialistas no âmbito do governo federal e da iniciativa privada que vão debater sobre o futuro da Indústria Automobilística

O Instituto Besc de Humanidades e Economia realiza no próximo dia 11 a 31ª ASPEN – Assembleia Permanente pela Eficiência Nacional com o tema Indústria Automobilística, de Autopeças e da Distribuição Veicular. Os seminários virtuais, realizados mensalmente e transmitidos pelo Youtube, têm o objetivo de colaborar com a sociedade brasileira no enfrentamento da crise que o país enfrenta, sobre em questões que envolvem. Esses webinars abordam assuntos quase sempre voltados para logística, produção, mobilização e transporte, além de outras modalidades que envolvem o PIB. Os eventos contam com a participação de importantes dirigentes, gestores, técnicos e especialistas brasileiros no âmbito do governo federal e da iniciativa privada.

Nesta edição, o futuro da cadeia automobilística será debatido pelo presidente da ANFAVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Luiz Carlos Moraes, o presidente da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, Alarico Assumpção, o diretor de Economia do Sindipeças, George Rugitsky (representando o Presidente do Sindipeças Dan Ioschpe), e o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Jorge Luiz de Lima. O encontro será mediado pelo presidente e CEO da Iochpe-Maxion, Marcos de Oliveira.

Os convidados vão destacar perspectivas e iniciativas realizadas no contexto da pandemia, ressaltando as mudanças no setor e as ações de apoio do governo federal para o retorno da empregabilidade desse segmento econômico. A 31ª ASPEN tem o intuito de incentivar e consolidar a retomada da economia no Brasil e, com isso, o retorno dos empregos nessa indústria, debater estratégias para a redução das emissões do GEE (gases de efeito de estufa) e o aumento de arrecadação de impostos.

Desafios da Indústria Automobilística e Autopeças

A Indústria Automobilística, de Autopeças e da Distribuição Veicular, somada à de Transportes, já foi responsável por 10% do PIB (Produto Interno Bruto) total e pela geração de 5,3 milhões de postos de trabalho. Um dos principais desafios do setor é o retorno dessa capacidade, tendo em vista a retomada da economia no Brasil.

Uma das medidas defendidas pela indústria, e que pode fomentar a recuperação econômica e promover a sustentabilidade, é a introdução da renovação da frota veicular, a ser iniciada por caminhões, ônibus e implementos rodoviários, levando para a sucata veículos com mais de 25 anos a serem substituídos por veículos mais atualizados, com mais segurança e menos emissões de gases de efeito estufa. Outro ponto fundamental é a introdução de uma inspeção técnica veicular para retirar de circulação veículos poluentes, inseguros e barulhentos, a exemplo dos países da Europa e Estados Unidos.

“Em uma indústria complexa como a automobilística, as conversas entre montadoras, sistemistas e fornecedores de componentes e, muitas vezes, com os demais elos da cadeia têm que ser constantes. Os desafios da Indústria Automobilística Mundial e Brasileira, nas próximas décadas, serão os maiores da sua história. O evento ASPEN, certamente, será importante para alinharmos as ações para mitigar os efeitos da crise”, destaca George Rugitsky, diretor de Economia do Sindipeças.

Todas essas questões fundamentais para o desenvolvimento da indústria serão abordadas no webinar do dia 11 de maio. Para se inscrever, acesse o vídeo abaixo ou volte neste artigo no dia 11 de maio, às 17:00 (horário de Brasília) para o acompanhar o evento ao vivo:

Webinar Automobilística, de Autopeças e da Distribuição Veicular/ Fonte: Instituto BESC

Palestrantes do evento

  • Luiz Carlos Moraes, presidente da ANFAVEA.
  • Alarico Assumpção, presidente da FENABRAVE;
  • George Rugitsky, diretor de Economia do Sindipeças;
  • Jorge Luiz de Lima, Secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia;
  • Mediador: Marcos de Oliveira, Presidente e CEO da Iochpe-Maxion.

Sobre o Instituto Besc

O Instituto Besc de Humanidades e Economia foi fundado em fevereiro de 2009 como uma organização civil privada, com sede em Belo Horizonte. O Instituto tem como propósito promover o estudo e o conhecimento de todos os núcleos do saber por meio de seminários, conferências, estudos e pesquisas que possibilitam o debate de ideias, a troca de experiências e a realização de ações para o desenvolvimento econômico e humano para uma vida sustentável no Planeta.

Focado nos aspectos econômicos e humanos, o Instituto Besc reúne dirigentes, especialistas de organizações privadas, públicas e não-governamentais, estudantes e estudiosos de problemas nacionais e continentais. Juntos, eles discutem temas que beneficiam e interessam os brasileiros, buscando a integração de todas as regiões do Brasil para o bem-estar e a prosperidade de sua população.

Fonte: P6 Comunicação

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.