Governo do Maranhão assina ordem de serviço para construção de 3 novos portos na região

Governo - Maranhão - construção - Porto Nessa primeira etapa, o governo vai urbanizar três portos em Paço do Lumiar (Foto: Brunno Carvalho)

Sabendo que as atividades portuárias beneficiam diversas famílias no município de Paço do Lumiar, o Governo do Maranhão construirá 03 novos portos na região

Nesta sexta-feira (9), será assinada a Ordem de Serviço para a revitalização e construção dos portos de Mojó, Mocajituba e Timbuba, em Paço do Lumiar. A construção será realizada pelo Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), em parceria com a Prefeitura do município.

Leia também

Mais de 2 mil famílias beneficiadas

A principal fonte de renda dos moradores da região é a pesca, que também é um atrativo econômico, cultural e de mobilidade urbana. Só no município, cerca de 2 mil famílias se beneficiam.

De acordo com o governo do Maranhão, os novos portos oferecerão à comunidade um equipamento atualizado, onde o modelo da arquitetura de áreas de lazer está presente nas grandes cidades.

Portos do governo do Maranhão prometem não apenas gerar empregos, mas também lazer

A construção prevê um deck de madeira, revestimento em cimento e piso emborrachado, pergolados, área arborizada com alambrado e construção de meio e nova pavimentação asfáltica. Além disso, será instalado todo o sistema de impermeabilização e instalações elétricas e hidráulicas. Os locais contarão com espaços de lazer, com academia ao ar livre e brinquedos infantis de recreação.

O prazo para a conclusão da construção no Maranhão é de 6 meses. A revitalização dos portos ajudará no escoamento da produção dos pescadores, de acordo com o governo do estado. Além dos peixes, o município também é bastante conhecido pelo seu mercado de ostras, sururu e sarnambi, especialidades da culinária maranhense.

Maranhão amplia Porto do Itaqui para distribuição de combustíveis

No mês de abril, a Ultrapar afirmou que será realizada uma construção no porto do Itaqui. Se trata de um novo terminal de capacidade estática de no mínimo 79 mil m³ na área arrendada para a distribuição de combustíveis no Porto do Itaqui, na capital do Maranhão, São Luís. As operações do porto se iniciarão após 5 anos a partir da data do contrato.

Para que isso aconteça, o investimento da empresa deverá ser de no mínimo R$ 310 milhões. Ainda de acordo com a Ultracargo, subsidiária da Ultrapar, o investimento para a construção do terminal está ligado de forma direta com a estratégia de rentabilidade e expansão da empresa.

A empresa afirma que o Porto do Itaqui possui uma localização estratégica para a distribuição de combustíveis no Brasil, onde a Ultracargo já comanda as atividades de um terminal de mais de 100 m³. Sendo assim, o terminal a ser construído no Maranhão será interligado ao atual, fazendo com que os clientes tenham uma maior flexibilidade no transporte de combustíveis.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.