Governo Brasileiro arrecadará com concessões 8,6 bilhões em 2020, de acordo com relatório divulgado

Roberta Souza
por
-
23-09-2020 11:47:34
em Economia, Negócios e Política
Governo, concessões, receitas, despesas Foto: reprodução

Além de arrecadar com concessões, Governo divulga relatório de receitas e despesas, além de cortes em programas

Ontem, terça-feira dia 22, foi divulgado o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, pelo governo, onde projeção de concessões e permissões mostraram que os valores saíram de R$ 4,748 bilhões no mês de julho para um total de R$ 8,698 bilhões. De acordo com o documento, isso se deve a antecipação da Ferrovia Norte Sul e da Ferrovia Malha Paulista, que é suprido pelas concessões fixas de aeroportos.

Veja ainda outras notícias:

Com dividendos e participações, houve uma queda nas arrecadações de R$ 6,038 bilhões para R$ 5,923 bilhões, declínio de R$ 115,6 milhões. As projeções de receitas primárias esse ano foi ajustada pelo governo, para R$ 1,446 trilhão. Tiveram reajuste também as receitas administrativas ficando com um total de R$ 884,940 bilhões, as receitas previdenciárias com R$ 398,407 bilhões e as receitas previdenciárias em R$ 398,407 bilhões.

O lucro líquido ficou estimado em 1,185 trilhão de reais, ante 1,195 trilhão de reais no relatório anterior. A estimativa é que a despesa primária passará de 1,982 trilhão de reais para 2,046 trilhões de reais. Com isso, as principais projeções de desempenho passaram de déficit de R$ 787,449 bilhões para R$ 86,102 bilhões.

O aumento do orçamento de gastos do governo em 2020 se deve principalmente ao aumento de 84,4 bilhões de reais no crédito não convencional relacionado ao combate à pandemia. Da publicação de julho à atual, o Ministério da Economia elevou em 63,6 bilhões de reais seu orçamento de gastos para este ano. Com isso, a medida chega a R$ 2 trilhões. A maior parte dos créditos especiais está relacionada ao atendimento emergencial com um acréscimo de 67,6 bilhões de reais. Outros 12 bilhões de reais envolvem recursos adicionais usados ​​diretamente para o Pronampe – Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

O Governo Federal ainda cortou gastos previstos com subsídios, subvenções e Proagro devido à revisão do Programa Emergencial de Suporte ao Emprego. Também foi reduzido em R$ 4,5 bilhões as estimativas de gastos com benefícios previdenciários, isso se deve “pelo comportamento da despesa, nos meses de janeiro a agosto de 2020, e pelas expectativas com base na reabertura das agências”, como informa o relatório Bimestral de Receitas e Despesas.

Ainda, o PIB – Produto Interno Bruto, sofrará queda de 4,7%, segundo o Ministério da Economia.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe