Governador Wilson Witzel abre a edição comemorativa de 20 anos da Brasil Offshore em Macaé

feira é aberta com discurso de governador

A décima edição da Brasil Offshore de macaé foi aberta hoje (25/06) em clima de otimismo com discurso do governador Wilson Witzel. Evento vai até sexta-feira (28/06)

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, compareceu juntamento com autoridades do setor, além do prefeito de Macáe, Aloísio dos Santos Junior, na abertura da 10ª edição da Brasil Offshore, nesta terça-feira (25/06), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, no bairro São José do Barreto, em Macaé.
O discurso inicial ficou a cargo do Prefeito de Macaé que falou sobre o desemprego na região, apesar de todo o faturamento dos royalties do Petróleo para os municípios.

O prefeito destacou ainda que Macaé vive há 40 anos do Petróleo e que a cidade precisa voltar a gerar postos de trabalho e que a hora é de discutir o gás para transforma-lo em energia.
Santos Junior finalizou ressaltando que o estado não tem como “abraçar” tudo e que deve se preocupar com as questões da saúde e segurança pública, enquanto deixa o mercado aberto para a livre concorrência dos investimentos.

Após o discurso do prefeito de Macaé, foi a vez do governador Wilson Witzel discursar. O governador começou falando sobre a abertura do mercado de gás e da necessidade da quebra do monopólio e que apoia o atual ministro da economia, Paulo Guedes, nesta questão, e que está alinhado com o governo federal.

Witzel falou sobre a necessidade de se trazer refinarias para o estado do Rio de Janeiro, pois com mais refino, serão gerados mais empregos e mais ICMS para o estado, e citou também a necessidade de retomada da construção naval com a recuperação dos estaleiros para atender a alta demanda que o mercado de óleo e gás do país terá até o ano de 2030,  que é de 35 sondas flutuantes, 50 FPSOs e 270 embarcações de apoio marítimo.

O Rio de Janeiro como a capital da Energia

O governador fez questão de citar que o Rio de Janeiro está despertando os olhares dos investidores e que propiciará um bom ambiente de negócios, com a cidade se tornando a capital da energia, além de já ser a capital do Petróleo.

Na questão da energia, o governador fez questão de ressaltar o projeto do Parque Eólico de Gargaú, na cidade de São Francisco de Itabapoana, na região norte do estado do Rio de Janeiro com 17 aerogeradores com capacidade de geração de 28 MW/dia, o que abasteceria uma cidade com 80 mil habitantes.

A edição comemorativa de 20 anos da Brasil Offshore será marcada pelo reaquecimento do setor e pelas projeções positivas diante do sucesso dos últimos leilões e de um cronograma acertado com novas rodadas previstas até 2021.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)