Gerdau, a maior produtora de aço brasileira, convoca mulheres sem experiência, com ensino médio, que queiram ingressar na indústria para vagas de emprego em usina siderúrgica de São Paulo

aço - gerdau - emprego - são paulo - vagas - operador - indústria - siderúrgica - ensino médio - manutenção - mecânica - elétrica - sem experiência Trabalhadores em usina siderúrgica / Fonte: Reprodução – Gerdau

Gerdau convoca candidatas sem experiência de ensino médio completo para vagas de emprego de Manutenção Elétrica, Manutenção Mecânica e Operadora

A maior produtora de aço do Brasil está com 45 vagas de emprego abertas para trabalhar em sua usina siderúrgica em São Paulo. As oportunidades são exclusivas para mulheres sem experiência, que tenham ensino médio completo, para atuarem no setores de Manutenção Elétrica, Manutenção Mecânica e Operadora Multifuncional da empresa. Veja, a seguir, como cadastrar o currículo.

Leia também

O Programa Pertencer é uma iniciativa da empresa Gerdau. Ele tem o objetivo de capacitar e preparar o público feminino para atuar nos setores de operação nas indústrias.

“A Gerdau acredita que diversidade e inclusão são elementos essenciais para um ambiente de trabalho produtivo e colaborativo, onde haja respeito e oportunidades iguais para todos. Nos últimos três anos, o número de profissionais mulheres na unidade Pindamonhangaba teve um aumento de 35%. O resultado é fruto de diferentes ações afirmativas, que seguiremos realizando em prol de um ambiente cada vez mais diverso e inclusivo,” disse Manoel Esteves, Líder de Pessoas da Gerdau de Pindamonhangaba.

Veja, abaixo, a distribuição e os requisitos para concorrer às vagas de emprego na usina siderúrgica da Gerdau em São Paulo

  • 15 vagas para operadora multifuncional (é necessário possuir CNH da categoria B válida);
  • 15 vagas para mantenedora elétrica;
  • 15 vagas para mantenedora mecânica.

Podem participar do programa todas as mulheres que estiverem dentro dos requisitos abaixo:

  • Ensino médio completo;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B válida;
  • Residentes em Pindamonhangaba, Taubaté, Aparecida, Roseira, Tremembé, Guaratinguetá, São José dos Campos e Lorena.

O programa é constituído por três etapas de seleção, todas de caráter eliminatório e classificatório, sendo: Inscrição on-line; Prova SENAI; Dinâmica em grupo com líderes.

As candidatas aprovadas nas três etapas receberão um curso de capacitação, com aulas teóricas e práticas, na instituição de ensino SENAI. As aulas se iniciam no dia 2 de agosto de 2021.

O curso tem duração de três meses e, após esse período, as candidatas serão encaminhadas para o setor da indústria na qual será contratada.

Benefícios: A Gerdau oferece Contrato de trabalho; Transporte fretado; Alimentação na empresa; Plano de saúde; Plano odontológico; Seguro de vida; Participação nos resultados (PLR).

Inscrição: As inscrições para concorrer às vagas de emprego na Gerdau ficarão abertas até 15 de junho de 2021, neste link. Boa sorte!

Com o grande boom das renováveis, Gerdau anuncia que vai sair de países europeus e asiáticos, mantendo apenas investimentos em fábricas americanas

Com sua fábricas avaliadas em mais de R$ 60 bilhões, a Gerdau deseja que cerca de 20% do seu faturamento venha de negócios diferentes da produção de aço, mas, para isso, a empresa tem inovado. Segundo o executivo Gustavo Weneck, de 47 anos, o primeiro a gerir a empresa sem ser da família que deu nome à companhia, o grupo tem um grande medo de desaparecer, como muitas outras empresas com mais de 120 anos que ficaram para trás.

A empresa de aço pretende sair dos países europeus e asiáticos – Werneck afirmou que outra estratégia da empresa é não operar mais em países da Europa e da Ásia e ter o foco 100% nos países americanos, criando negócios de nicho, como a Gerdau Summit, criada em 2017, ao lado da japonesa Sumitomo, que produz peças de aço para a indústria de energia eólica. Nesse caso, o processo envolve produção clássica, porém, a dona de diversas fábricas está avançando em outros setores que são inimagináveis para uma empresa que cresceu na arte de forjar aço.

A Gerdau criou uma construtech G2Base, que atua nas fundações de obras. Antes, a empresa fornecia apenas o aço para ser concretado, e agora vende o serviço por completo com a fundação já pronta. Werneck afirma que o cliente não precisa correr atrás de vários fornecedores, pois a Gerdau entrega tudo completo.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe