FPSO Carioca MV30 da MODEC alcança a primeira produção de petróleo e inicia 21 anos de fretamento

Flavia Marinho
por
-
27-08-2021 07:55:19
em Petróleo, Óleo e Gás
modec - fpso - petrobras - pré sal - petróleo - vagas FPSO_Carioca_MV30

FPSO Carioca é a 13ª plataforma que a japonesa entrega ao setor brasileiro de petróleo e gás. MODEC opera atualmente 10 unidades no Brasil e possui outras quatro em construção para Petrobras

A multinacional petroleira MODEC anunciou hoje (27/08) que o FPSO Carioca MV30, implantado para operações no campo de Sépia, na região do pré-sal da Bacia de Santos, na costa do Brasil, alcançou a primeira produção de petróleo em 23 de agosto de 2021

Leia também

O FPSO é alugado em um contrato de 21 anos para a gigante do petróleo brasileiro Petrobras. Atracado a cerca de 200 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, com uma profundidade de água de aproximadamente 2.200 metros, o FPSO é capaz de processar 180.000 barris de petróleo bruto por dia, 212 milhões de pés cúbicos padrão de gás por dia, 240.000 barris de injeção de água por dia e tem capacidade de armazenamento de 1.400.000 barris de petróleo bruto.

MODEC foi responsável pela engenharia, aquisição, construção, mobilização e instalação do FPSO Carioca

A japonesa MODEC foi responsável pela engenharia, aquisição, construção, mobilização e instalação do FPSO, incluindo equipamentos de processamento de topsides, bem como sistemas de casco e marítimo. A SOFEC, Inc., empresa do grupo MODEC, projetou e forneceu o sistema de amarração de spread do FPSO.

Esta é a 13ª unidade que a MODEC entrega ao setor brasileiro de petróleo e gás, bem como o 6º FPSO da MODEC no “pré-sal”. A MODEC opera atualmente 10 unidades no Brasil e possui outras quatro (4) em construção para o país.

“Estamos extremamente orgulhosos desta conquista, enfrentando as dificuldades da pandemia COVID-19”, comentou Takeshi Kanamori, presidente e CEO da MODEC. “Continuamos a melhorar nossa frota no Brasil, com mais quatro FPSOs para entrar em operação nos próximos anos. Estamos comprometidos em realizar esse projeto de grande e longo prazo, bem como outros projetos em andamento, cooperando em estreita colaboração com nossos clientes, a fim de contribuir para a sustentabilidade da indústria energética no Brasil.”

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe